Fonte: OpenWeather

    Crime de Vila Velha


    Pastor e esposa são mortos pelo próprio filho em ritual satânico

    Policiais que atenderam a ocorrência, relataram que dentro do apartamento foram encontrados desenhos de cruzes invertidas

     

    Pai e mãe morreram após surto do filho que também se matou
    Pai e mãe morreram após surto do filho que também se matou | Foto: Reprodução

    Vila Velha (ES)- Um crime com requintes de crueldade e com caractéristicas de ritual satânico chocou a cidade de Vilha Velha, no Estado do Espírito Santo. O médico urologista e pastor Paulo de Oliveira Cesar, de 68 anos, e a sua esposa Raquel Heringer Cesar, de 61 anos, foram assassinados pelo próprio filho, o estudante de medicina Guilherme Heringer Cesar, de 22 anos.

    Após matar os pais, o jovem ligou para um parente e confessou o crime. Logo em seguida, ele cometeu suicídio.

    O duplo homicídio aconteceu na casa da família em Vila Velha, na Grande Vitória (ES). A mãe foi encontrada na cama e, segundo as investigações, levou as primeiras facadas enquanto dormia. Já o pai, tentou correr para o banheiro, mas foi golpeado várias vezes e morreu.

    Policiais que atenderam a ocorrência, relataram que dentro do apartamento foram encontrados desenhos de cruzes invertidas por toda a parte e um versículo bíblico escrito, além dos dígitos 666 nas portas, considerados por religiosos como o “número da besta” . Páginas da Bíblia também foram queimadas dentro do local.

    A visão do local do crime assustou os policiais. “Um cenário completamente macabro. Parecia aquelas coisas de filme de terror. De exorcismo ou invocação demoníaca. Assustou muito a gente. Um colega chegou a fazer uma oração antes de entrar. A gente nunca espera encontrar essas coisas em uma ocorrência”, contou um PM, que preferiu não ser identificado.

    “A cruz invertida é uma forma de deboche para com Deus, zombando de Jesus por ter morrido nela. Ela é ligada ao satanismo. O número 6, é tido como o número da imperfeição – já o 7 é o número perfeito, onde Deus criou o mundo em seis dias e no sétimo descansou”, afirmou o pastor Simonton Araújo. 

     

    | Foto: