Fonte: OpenWeather

    Execução


    Homem é executado com mais de 30 tiros de fuzil ao sair de festa

    Suspeita é que crime tenha relação com tráfico de armas e drogas

     

    As investigações sobre as ligações telefônicas prosseguem
    As investigações sobre as ligações telefônicas prosseguem | Foto: Divulgação

    Um homem de 42 anos, foi executado com mais de 30 tiros de fuzil ao sair de uma confraternização em Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, fronteira com o Paraguai. A suspeita é que o crime tenha relação com tráfico de armas e drogas. 

      Testemunhas afirmaram à polícia que ouviram os tiros, mas não viram a cena. O crime foi cometido na madrugada de segunda-feira (30).  

    A polícia suspeita que a vítima, Denis Palacios, tenha envolvimento com o crime organizado na região fronteiriça, local de guerra de facções. Foram 87 execuções registradas na fronteira entre o Brasil e o país vizinho, no primeiro semestre deste ano.

    A Polícia Federal flagrou, recentemente, conversas do Primeiro Comando da Capital, fação criminosa de São Paulo. Nos relatos, os criminosos negociam a entrega de 60 fuzis. O armamento seria entregue no interior paulista. 

    A suspeita é que essa conversa tenha envolvimento com os ataques realizados em Araçatuba (SP), na madrugada de segunda-feira (30). A segurança na região da rodovia BR-163, que dá acesso ao Paraguai, está sendo reforçada pelas autoridades. As investigações sobre as ligações telefônicas prosseguem.

    Veja a reportagem:


    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Assaltantes de ônibus são baleados ao trocarem tiros com PMs em Manaus

    Manaus registra mais dois assassinatos violentos nas últimas horas

    Quadrilha ataca agências bancárias e faz moradores reféns em Araçatuba