Fonte: OpenWeather

    Novo golpe


    “Golpe dos nudes”: veja como os criminosos agem para subornar vítimas

    A polícia faz um alerta para a população sobre a nova tendência entre os criminosos

     

    | Foto: Divulgação

    O número de ocorrências relacionadas ao "Golpe dos nudes" está aumentando. A polícia faz um alerta para a população sobre a nova tendência entre os criminosos.

    Quais os Modus operandi?

    Cria-se um perfil fake nas redes sociais (instagram e, principalmente, facebook), de mulheres aparentemente jovens e atraentes, as quais solicitam amizade com a vítima. Começa-se, portanto, um diálogo, passando-se para o Whatsapp, Skype ou Hangout, onde, mostrando-se a interlocutora extremamente interessante, o papo naturalmente "esquenta".

    A suposta mulher passa, então, a mandar nudes em fotografias ou vídeos aos seus interlocutores, pedindo para que ele faça o mesmo. É a partir de então que os problemas começam: a suposta mulher bloqueia a vítima de suas redes sociais e entra em cena outro membro da quadrilha, o suposto pai da menina, ou advogado da família e, por vezes, até mesmo um fictício delegado de polícia civil.

    Tal indivíduo passa a atormentar a vida da vítima, alegando que a menina que enviou o nude seria menor de idade, de forma que, portanto, a vítima teria praticado crimes graves ao trocar fotos íntimas com ela, tais como pornografia infantil, entre outros. Para que não seja acionada a polícia, portanto, exige-se o pagamento de considerável quantia de dinheiro, a fim de não tornar público os fatos.

    Em alguns dos casos, o extorsionista que entra em contato com a vítima se passa por policial, chegando a encaminhá-la falsos documentos judiciais e mandados de busca e apreensão, para amedrontar a vítima de que atitudes seriam tomadas, caso não se pagasse o valor exigido.

    Homens são a maioria das vítimas 

    As vítimas desses crimes, em sua maioria, são homens, por vezes até casados e com família estruturada, presas mais fáceis de ceder para não ter seu nome envolvido em tal "escândalo", cujas ameaças, não raras vezes, abrangem também a alegação de que as imagens e mensagens serão enviadas às respectivas esposas e filhos.

    Prisão

     O criminoso, que constitui o ato de "constranger alguém" mediante "grave ameaça" para obtenção de "indevida vantagem econômica", pode pegar de 4 anos a 10 anos de prisão.

    É importante ressaltar que o "Golpe dos Nudes" não se concentra apenas no Brasil, pois já se identificou, em casos concretos, que algumas quadrilhas se encontram estabelecidas, inclusive, em países da Europa e África, dificultando-se, sobremaneira, a identificação de sua autoria.

    Dicas para não cair no golpe

    Algumas recomendações básicas se fazem necessárias à sociedade ao usar a internet: 

    - evite aceitar estranhos em suas redes sociais;

    - mantenha seu perfil fechado, para que obtenham acesso apenas seus amigos;

    - não conversem com indivíduos desconhecidos, por mais interessante que a pessoa transpareça ser;

    não envie, em hipótese alguma, fotos íntimas suas pela internet.

    E, se mesmo tomadas todas essas precauções, você ou um conhecido seu seja vítima desse golpe, não pague o valor exigido pelo criminoso, procure, imediatamente, a polícia local para fazer o boletim de ocorrência, ou consulte um advogado de sua confiança.

    *Com informações do site Migalhas

    Leia mais:

    Confira dicas para não cair no golpe do empréstimo falso na internet

    Processos judiciais contra o banco Bradesco disparam em 148,5% no AM

    Stalking: quando revirar as redes sociais de uma pessoa vira crime