Crime


Mulher é presa nos EUA por matar namorado para casar com o próprio pai

De acordo com a mulher, John foi morto porque o pai dela, Larry McClure, de 55 anos, não queria ninguém perto da filha

Aparentemente, Larry decidiu em algum momento “unir” a família novamente | Foto: Divulgação

Amanda Michelle Naylor McClure, de 31 anos, se declarou culpada por torturar, assassinar e desmembrar seu namorado com a ajuda do pai e da irmã, Na Virgínia Ocidental, nos Estados Unidos.

Segundo o The Buefield Daily Telegraph, a audiência ocorreu virtualmente através do Skype, sendo presidida pelo juiz Ed Kornish e contando com a presença de Karen Smith, mãe da vítima, além dos pais adotivos de Amanda, Allen e Gwen Holm.

O crime foi cometido em uma casa na qual a família estava hospedada, e que se localiza em Skygusty, no condado de McDowell. Após o assassinato, os restos mortais de John Thomas McGuire, de 38 anos, foram enterrados, desenterrados, desmembrados e enterrados novamente em uma cova de meio metro atrás da residência.

Passado sombrio

De acordo com a mulher, John foi morto porque o pai dela, Larry McClure, de 55 anos, não queria ninguém perto da filha, um sentimento de posse exacerbado pelo fato de Larry ter abusado sexualmente de Amanda e Anna por um longo período.

Por muitos anos, os três moraram em estados diferentes, e a condenada ficou sob os cuidados do casal Holm até ir morar com McGuire em Indiana.

“Quero me desculpar em nosso nome. Não consigo imaginar o que Karen está passando”, explicou Allen no tribunal, pedindo para que levassem em consideração a influência que o pai biológico tinha sobre Amanda.

Um ato brutal

Aparentemente, Larry decidiu em algum momento “unir” a família novamente, indo atrás das duas mulheres. Ao descobrir que a filha mais nova estava morando com o namorado, um plano começou a ser traçado. O casal foi convencido a voltar com os outros dois para a casa em Skygusty, na qual o pai de McClure estava hospedado após sair da prisão por acusações de crimes sexuais.

Depois de 10 dias no local, John foi atacado com uma garrafa de vinho que havia comprado para o Dia dos Namorados, sendo então amarrado e recebendo uma injeção de metanfetamina líquida. Após ser torturado por três dias infernais, ele foi morto e enterrado, sendo escavado novamente e desmembrado dentro de seis dias. Em seguida, Larry e Amanda viajaram até o condado de Tazewell, e se casaram.

Justiça

A namorada foi condenada a 40 anos de prisão em outubro deste ano, com seu pai recebendo prisão perpétua no início de agosto. Já Anna Marie Choudhary, a irmã mais velha, ainda está enfrentando acusações de assassinato em primeiro grau em conexão com a morte de McGuire.

“Não podemos desfazer nada disso… Karen não vai ter seu filho de volta. O tempo que você vai cumprir não é um período adequado para a dor que você causou”, disse o juiz Kornish em suas considerações finais no julgamento de Amanda.

*Com informações do MEGA CURIOSO