Violência


Filha é presa após agredir a mãe idosa e se apropriar de pensão, no AM

A vítima contou que a própria filha roubava os cartões bancários dela, fazia saques e realizava empréstimos, sem o seu consentimento

| Foto: Daniel Landazuri/Em Tempo

Manaus - Uma mulher de 39 anos, foi presa após agredir a própria mãe e se apropriar indevidamente da pensão da idosa, de 68 anos. A suspeita foi detida na manhã desta quarta-feira (28), na casa onde ela morava, na rua São Francisco, bairro Zumbi, Zona Leste de Manaus, após descumprir uma medida protetiva expedida pela Justiça.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Idoso (DECCI), delegada Ivone Azevedo, a vítima procurou a unidade policial, no dia 8 de novembro, e registrou a ocorrência. 

“A vítima contou que a filha roubava os cartões bancários dela, fazia saques e realizava empréstimos, sem o consentimento da idosa.  Essa mulher foi intimada várias vezes para prestar esclarecimentos na delegacia, porém não compareceu e ainda descumpriu a medida judicial. A suspeita tinha ciência que devia se afastar da mãe, mas continuou agressiva e devido a essa situação foi decretada a prisão dela”, informou a delegada. 

Segundo Azevedo, a filha da idosa, ainda quebrava os cartões e objeto da vítima. A idosa era constantemente ofendida com palavras de baixo calão. “A vítima era tratada com muita violência e desprezo. Recentemente a suspeita e outras duas irmãs foram até a um sitio da mãe, destruíram o local e levaram os objetos”, disse. 

A situação de maus-tratos e furtos ocorre há mais de um ano, após a morte do marido da vítima, que deixou a pensão de cerca de R$ 4 mil para a idosa. 

Outras duas filhas da vítima estão sendo investigada. A suspeita foi indiciada pelos crimes de injúria qualificada, perturbação da tranquilidade e apropriação ou desvio de bens. Ela será levada ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), localizado no quilômetro 8, da BR-174.

Leia mais:

Operação da PC prende despachantes de veículos envolvidos em roubos

'Despachantes presos em operação não são credenciados', diz Detran

Polícia apresenta grupo que falsificava documentos de veículos no AM