Fonte: OpenWeather

    Violência


    Autor de disparo que matou soldado do Exército é apreendido

    Ele é o segundo menor envolvido no crime a ser capturado pela equipe que investiga a morte do soldado do Exército

    O titular da DERFD informou que a moto do soldado foi recuperada no Distrito de Cacau Pirêra
    O titular da DERFD informou que a moto do soldado foi recuperada no Distrito de Cacau Pirêra | Foto: Marcely Gomes


    Manaus - O segundo adolescente suspeito de matar o soldado do Exército Thiago Melo de Almeida, de 19 anos, foi apreendido na manhã desta segunda-feira (03), no bairro Grande Vitória, Zona Leste de Manaus. O menor de 17 anos foi apresentado nesta tarde, no prédio da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD). 

    O primeiro adolescente envolvido no crime foi capturado durante a operação “Exquire”, na última sexta-feira (30), porém o menor foi liberado na audiência com o Ministério Público. 

    Em depoimento, os dois adolescentes afirmaram que venderam a moto, modelo CG 160 Fan, o capacete e o celular da vítima, no município de Iranduba, distante 27 km da capital amazonense. 

    O titular da DERFD, delegado Adriano Félix, informou que a moto do soldado foi recuperada no Distrito de Cacau Pirêra, e a arma usada no assassinato foi apreendida na manhã de hoje com o adolescente, que confessou ser autor do disparo fatal.

    Em depoimento, o menor disse que não tinha a intenção de matar, mas como o soldado tentou tirar a arma dele, ele atirou
    Em depoimento, o menor disse que não tinha a intenção de matar, mas como o soldado tentou tirar a arma dele, ele atirou | Foto: Marcely Gomes


    “Trata-se de um menor de alta periculosidade, que já praticou vários atos infracionais na capital e também no interior.  Ele cometia arrastões e roubo de veículos. Em depoimento, o menor disse que não tinha a intenção de matar, mas como o soldado tentou tirar a arma dele, ele atirou”, informou Félix. 

    O tenente-coronel do Exército Alexandre Lobo, acompanhou a coletiva de imprensa  e parabenizou a ação rápida da polícia em elucidar o caso. “É lamentável que os dois adolescentes interromperam os sonhos deles e de outro jovem que seguia na carreira militar. Parabenizo a equipe da DERFD e a Secretaria de Segurança Publica pela resposta rápida no caso”, disse 

    O menor vai responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio. Ele será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apurações de Atos Infracionais (Deaai), onde deve passar pelos procedimentos cabíveis.

    Confira reportagem da TV Em Tempo

    Preso por latrocínio | Autor: TV EM TEMPO

    Leia mais

    Suspeito de matar policial do Exército é solto em audiência, diz SSP

    Uma reação que custou a vida: morre militar baleado em Manaus