Fonte: OpenWeather

    Execuções


    Preso assassino filmado torturando jovens a facadas em Manaus

    Triplo homicídio aconteceu em outubro deste ano, na Zona Leste de Manaus. Vídeo das execuções chocou a população e chamou a atenção das autoridades. Ele é a quarta pessoa capturada por envolvimento nas mortes

    Hudson Araújo de Souza, de 22 anos, foi preso na noite do dia 29 de novembro deste ano
    Hudson Araújo de Souza, de 22 anos, foi preso na noite do dia 29 de novembro deste ano | Foto: Josemar Antunes/Reprodução

    Manaus - O quarto suspeito envolvido no triplo homicídio no Armando Mendes, Zona Leste de Manaus, ocorrido em outubro deste ano, foi apresentado na manhã desta quarta-feira (5), no prédio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), durante coletiva de imprensa. Outras três pessoas também foram identificadas e detidas por participação no crime.

    Hudson Araújo de Souza, de 22 anos, foi preso na noite do dia 29 de novembro deste ano, próximo à um campo de futebol, no Armando Mendes. Ele foi reconhecido por policiais militares da 25ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que deram voz de prisão. 

    Na ocasião, o jovem confessou que estava sendo procurado por participar das mortes de Joedson Maia Nóbrega, de 21 anos, Emily de Souza Lima, de 18 anos, e Lorena Amaral de Souza, de 18 anos. 

    As vítimas tiveram os corpos enterrados em uma cova, após serem torturadas e mortas a facadas. As duas jovens assassinadas foram degoladas por conta da grande quantidade de perfurações na região do pescoço. 

    Na ocasião do crime, toda ação foi gravada em vídeo por um adolescente de 15 anos, que foi apreendido pela polícia depois de compartilhar o vídeo nas redes sociais. Após apreensão dele, a equipe da DEHS conseguiu prender Paulo Henrique Porfiro de Souza, de 19 anos, e Pablo Lima de Freitas, de 22 anos. 

    De acordo com o delegado Orlando Amaral, titular da DEHS, responsável pelas investigações, o crime foi motivado por briga entre facções criminosas. “Em depoimento, Hudson disse que foi responsável por torturar as vítimas, se não morria também”, informou o delegado. 

    “Hudson foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos na unidade policial, ele será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8 da BR-174”, concluiu Amaral. 

    Confira a reportagem da TV Em Tempo.

    Confira a reportagem | Autor: TV Em Tempo

    Leia mais:

    FDN vs PCC: vídeo mostra duas jovens sendo assassinadas em Manaus

    Homem que matou jovem é preso após mandante revelar identidade

    Duas pessoas sobrevivem após serem esfaqueadas na madrugada em Manaus