Fonte: OpenWeather

    Investigação


    Presos 5 envolvidos no desaparecimento e morte de jovem no Compaj

    Andressa Castilho de Souza sumiu após ir visitar o companheiro em novembro de 2017 na unidade prisional

    O sumiço da jovem ocorreu em novembro de 2017
    O sumiço da jovem ocorreu em novembro de 2017 | Foto: Divulgação/Polícia Civil

    Manaus - Cinco homens presos no desaparecimento e morte de Andressa Castilho de Souza serão apresentados na manhã desta segunda-feira (10) em coletiva de imprensa na Delegacia Federal de Polícia Civil do Amazonas, no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus. O sumiço da jovem ocorreu em novembro de 2017 nas matas do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), na BR-174 (Manaus/Boa Vista). 

    A ação é resultado da operação Sabóia, deflagrada pela Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop) na madrugada de hoje. Mais informações serão repassadas durante coletiva de imprensa. 

    Desaparecimento 

    A jovem desapareceu no dia 28 de novembro do ano passado, após levar um rancho para o companheiro na unidade prisional: PC realiza busca por mulher desaparecida e divulga áudio revelador.

    De acordo com um familiar de Andreza, que na época em que o desaparecimento foi noticiado não quis de identificar, a jovem sempre ia visitar o marido na penitenciária e tinha boa relação com funcionários do local e também com familiares de outros presos. 

    “Ela era uma moça muito prestativa. Nunca teve problemas ou desavenças com outras esposas ou presos no Compaj”, afirma. 

    Andreza trabalhava como vendedora de sucos e lanches no Centro de Manaus, Zona Sul. Um dos familiares da vítima conta, ainda, que todo o dinheiro obtido com as vendas era utilizado para sustentar os três filhos do casal, além de ajudar na compra de mantimentos que eram enviados para o marido. As crianças foram deixadas com a mãe da moça. 

    “Ela tinha três filhos, sendo uma menina de oito anos e dois bebês. Eles choram muito procurando pela mãe deles e nós não sabemos o que falar para eles”, lamenta um dos familiares. 

    Buscas e investigação

    Equipes do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Grupo Marte da Polícia Militar e cães farejadores realizaram buscas em toda a região do Compaj com o intuito de localizar o corpo da jovem. Polícia encontra bolsa próximo ao Compaj que pode pertencer à mulher desaparecidano entanto sem sucesso. 

    Até uma retroescavadora chegou a ser utilizada na área de mata para tentar localizar o corpo da jovem que, segundo denúncias, estaria enterrado na região do Compaj. 

    No início desse ano, o detendo Daniel Ferreira foi apontado como o principal suspeito de ser o autor do desaparecimento de Andressa. Segundo a polícia, ele chegou a ser interrogado por comparsas do esposo da vítima no setor do regime semiaberto e depois desapareceu. 

    Em março deste ano, a Polícia Civil divulgou a imagem de Alex da Silva Saboia, de 44 anos, como principal suspeito do sumiço da jovem. 

    Na época, o delegado Guilherme Torres, que estava a frente do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), informou que havia indícios de um relacionamento extraconjulgal de Andressa. 

    “Há indícios de que Alex possivelmente teria um relacionamento amoroso com Andressa e, enciumado, teria mandado executar a jovem. Há suspeitas, também, de que o companheiro dela, Júlio Cesar, tomou conhecimento do relacionamento extraconjugal e, possivelmente, ordenou a morte dela. Daniel era suspeito da autoria da suposta morte da Andressa e, por isso, foi esquartejado dentro do Compaj”, declarou Torres. 

    Ainda segundo o delegado, imagens de um corpo esquartejado haviam sido divulgadas na mídia como sendo de Daniel Ferreira. 

    “Tivemos acesso às imagens que mostram um corpo esquartejado. A família de Daniel reconheceu o corpo como sendo dele. Recolhemos amostras de sangue encontradas no lugar das imagens, assim como um tufo de cabelo nos arredores do Compaj", disse.

    Edição: Isac Sharlon

    Confira a reportagem da TV Em Tempo sobre o caso. 

    Confira a reportagem | Autor: TV Em Tempo

    Leia mais:

    Procurado suspeito do sumir com mulher perto do Compaj em Manaus

    Polícia realiza nova busca por corpos de vendedora e detento no Compaj

    Suspeito de matar mulher e presidiário esquartejado é preso no AM