Fonte: OpenWeather

    Execução


    Dupla executa taxista e deixa outras cinco pessoas feridas, em Manaus

    O taxista retornou para Manaus há pouco tempo. Ele teria saído da cidade após, segundo a polícia, entregar "uma parada" do traficante "Mano Kaio", do Comando Vermelho

    O homem morreu no local | Foto: Divulgação

    Manaus - O taxista Arleilson Ribeiro da Cunha, de 33 anos, foi morto e outras cinco pessoas ficaram feridas durante um tiroteio dentro do "Bar do Bidu", localizado na rua dona Mimi, no Morro da Liberdade, Zona Sul de Manaus. O crime aconteceu por volta das 1h desta segunda-feira (11) e teria sido protagonizado por dois criminosos.

    De acordo com informações da Delegacia Especializada em homicídios e Sequestros (DEHS), Arleilson retornou para Manaus há pouco tempo. Ele teria saído da capital amazonense após, segundo a polícia, entregar "uma parada" do traficante Kaio Wellignton Cardoso dos Santos, de 24 anos, o "Mano Kaio", ligado ao Comando Vermelho. Ele é "soldado" de Gelson Lima Carnaúba, o “Mano “G. 

    Conforme relatos de testemunhas à polícia, os criminosos chegaram ao bar e esperaram o melhor momento para executar a vítima. 

    Quando abriram fogo, além de atingir Arleilson, os criminosos balearam outras cinco pessoas, sendo três homens e duas mulheres. Os homens foram levados para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul, e as mulheres foram encaminhadas ao Serviço de Pronto Atendimento Joventina Dias, na Zona Oeste, com ferimentos superficiais. 

    Os autores do crime fugiram a pé e não foram identificados. O caso está sendo investigado pela DEHS.

    Leia mais: 

    Homem é encontrado morto dentro de casa em Manaus

    Mulher é esfaqueada enquanto dormia em ponto de mototáxi, em Manaus

    Vídeo: Tiroteio deixa policial ferido e um suspeito morto no Amazonas