Fonte: OpenWeather

    Crime


    Homem é assassinado na frente da namorada em bar no Centro de Manaus

    A mulher não ficou ferida. A polícia suspeita que o crime tem relação com o tráfico de drogas

    | Foto: Divulgação

    Manaus - O autônomo Camilo Wendel de Jesus Moraes, de 28 anos, morreu após ser alvejado a tiros na madrugada desta sexta-feira (15), na rua Lobo D'Almada, bairro Centro, Zona Sul de Manaus. A vítima ainda chegou a ser levada para o hospital da capital.

    De acordo com a polícia, Camilo Wendel estava consumindo bebidas alcoólicas acompanhado da namorada em um bar. Na ocasião, ele foi surpreendido a tiros por criminosos que chegaram ao local em um carro vermelho. A namorada da vítima não ficou ferida. 

    Após o crime, os assassinos fugiram sem levar nada da vítima. Os frequentadores do bar prestaram socorro e levaram Camilo Wendel ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul da capital, mas a vítima não resistiu aos ferimentos. 

    A polícia informou que os criminosos efetuaram seis tiros contra Camilo Wendel, sendo que três atingiram as costas da vítima. Imagens de câmeras de segurança próximo ao local do crime devem ajudar a Polícia Civil na identificação dos assassinos. 

    Ainda segundo a polícia, informações dão conta que Camilo Wendel foi morto por envolvimento com o tráfico de drogas. Ele foi preso por tráfico no ano passado e respondia ao crime em liberdade. 

    A polícia obteve informações que Camilo Wendel foi recrutado por um traficante de drogas identificado como "Charles", conhecido como "Índio".

    Após sair da prisão, Camilo Wendel passou a receber ameaças porque teria se negado a trabalhar para o traficante, que atua no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus. 

    Ao Portal Em Tempo, a mãe de Camilo, Eliete Tavares de Jesus, de 51 anos, confirmou que o filho era envolvido com o tráfico de drogas, mas não soube informar se ele estava sendo ameaçado. 

    Ao término dos procedimentos de necropsia no Instituto Médico (IML), o corpo será velado pela família no beco Osvaldino, bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste da cidade. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Ex-namorada foi morta

    Em novembro do ano passado, a então namorada de Camilo Wendel, conhecida nas redes sociais como "Cilanny Alerquina", foi assassinada a tiros após ser surpreendida por ocupantes em um carro vermelho. O crime também aconteceu na rua Lobo D'Almada, bairro Centro, Zona Sul. 

    Na época, amigos da vítima atribuíram a morte ao traficante de drogas "Charles". Dias antes de ser assassinada, a jovem teria discutido com o suspeito. 

    Leia mais: 

    Homem é atingido a tiros no Campo da Estrela na Compensa

    Homem é procurado por tentativa de homicídio em Manaus

    Estupro coletivo em escola: adolescente é violentado por 5 em Manaus