Fonte: OpenWeather

    Estupro de vulnerável


    Estuprada, criança morre nos braços da mãe que pediu ajuda em shopping

    A delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), acompanha o caso

    | Autor: Em Tempo
    Criança tem dois anos, conforme informações da polícia
    Criança tem dois anos, conforme informações da polícia | Foto: Divulgação

    Manaus - "A mãe da criança que morreu na tarde desta quarta-feira (20), em um centro de compras na Zona Leste de Manaus, sofre de Esquizofrenia". A informação é da delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), durante entrevista à imprensa, na tarde de hoje, onde falou sobre as investigações em torno do caso. 

    A criança morreu por volta das 13h de hoje, nos braços da mãe dentro de um centro de compras.

    Ajuda do MPE

    Após a mulher entrar no Centro de Atendimento ao Público (CAP), do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM), a criança passou mal.  Em nota enviada à imprensa, o MPE-AM disse que os servidores, ao perceberem que o bebê não estava bem,. acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), porém a criança morreu durante os procedimentos de socorro no local, após ter convulsões. 

    Mãe tem transtornos psicológicos

    Segundo a delegada Joyce Coelho, a criança tem um ano e um mês de idade. "É uma criança especial, com síndrome de down, estava com pneumonia e apresentava indícios de abuso sexual". 

    | Autor: Em Tempo

    Ainda segundo a autoridade policial, a mãe sofre de esquizofrenia. "Ela apresenta transtornos psicológicos graves, e era a única pessoa que estava com a criança. Toda conversa com ela não evolui. Vamos tentar uma conversa com a psicóloga para que possamos obter uma resposta que contribua com as investigações", acrescentou a delegada.

    Além da mãe da criança, a avó materna e uma tia materna também estão na unidade policial prestando depoimento sobre o caso. A princípio foi registrado um Boletim de Ocorrência por estupro de vulnerável. 

    "No corpo da criança não há marcas de maus tratos, mas era notável que a criança precisava de cuidados. A mãe diz que tem seis filhos, mas apenas a criança ficava sob seus cuidados. Os outros eram acompanhados pela mãe [avó das crianças]", disse Coelho. 

    "Vamos esperar o resultado da necrópsia para evoluirmos nas investigações", concluiu a titular da DEPCA.

    *Colaborou com informações: Priscila Rosas