Prisão


Após ter foto divulgada na TV, estelionatária é presa em Manaus

A mulher tinha vários Boletins de Ocorrência registrados no nome dela, além de um mandado de prisão

Kézia foi levada para o presídio feminino | Foto: Divulgação

Manaus - A foragida da Justiça Kézia Macedo da Silva, de 33 anos, foi presa na madrugada de quinta-feira (16), na Feira Municipal do Coroado, na Zona Leste de Manaus. Ela estava sendo procurada por estelionato. 

A prisão ocorreu por volta das 3h50, após uma denúncia anônima informar que Kézia, a foragida noticiada em um programa de TV local, estava em um bar nas dependências da feira.

Ao ser abordada por policiais militares da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Kézia negou revelar o próprio nome, reforçando ainda mais as suspeitas dos policiais.

Kézia foi conduzida ao 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi constatado a existência de vários Boletins de Ocorrência contra a estelionatária e um mandando de prisão em aberto, expedido pelo Juízo de Direito da 4ª Vara Criminal da Comarca de Manaus. 

Diante das evidências, Kézia recebeu voz de prisão. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, Kézia foi recolhida ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde ficará aguardando a manifestação do Juízo da Execução, em virtude de ser condenada nos autos de processo em referência, por prática de estelionato. 

Estelionato

De acordo com o Art. 171, obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento, a pena de reclusão é de um a cinco anos, em regime fechado ou aberto, mais o pagamento de multa, por infração ao Art. 171.

Leia mais: 

Dois homens são baleados após assalto em Manaus

Polícia Militar prende 11 pessoas e apreende três armas de fogo

Mulher é esfaqueada ao 'servir água' para homem casado em Manaus