Fonte: OpenWeather

    Violência


    Após ser capturado, homem é executado na zona Norte de Manaus

    Um outro homem, que também havia sido capturado, conseguiu fugir da execução

    A maior parte dos tiros atingiram as costas da vítima, que foi posta de joelhos antes da execução
    A maior parte dos tiros atingiram as costas da vítima, que foi posta de joelhos antes da execução | Foto: Waldir Adriano / TV Em tempo

    Manaus - Um homem identificado como Marcelo da Silva Pereira, de 25 anos, foi morto com vários tiros nas costas, após ser capturado e arrastado por quatro criminosos para a entrada na invasão Cemitério dos Índios, no bairro Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus, na noite desta quinta-feira (6). Um outro homem também foi capturado junto com Marcelo, mas conseguiu fugir da execução. 

    Para os policiais militares da 15ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), testemunhas contaram que os dois homens estavam voltando para a casa quando foram surpreendidos pelo grupo que os arrastou até a entrada da invasão.

    "Populares informaram que nas costas do homem que conseguiu fugir da execução estava pichado a sigla CV, fazendo alusão a uma facção criminosa que atua no Estado”, contou o tenente Adilsom, da 15ª Cicom

    Nas paredes de casas próximas ao local do crime, há muros e portões pichados com a sigla do Comando Vermelho
    Nas paredes de casas próximas ao local do crime, há muros e portões pichados com a sigla do Comando Vermelho | Foto: Waldir Adriano / TV Em tempo

    O policial militar relatou que Marcelo morava no bairro há três meses, segundo informações repassadas por familiares da vítima, que estiveram no local.

    Uma mochila foi encontrada no local do crime. Conforme os policiais, a bolsa pertencia a vítima e dentro dela foram encontradas apenas alimentos não perecíveis.

    A maior parte dos tiros atingiram as costas da vítima, que foi posta de joelhos antes da execução. Nas paredes de casas próximas ao local do crime, há muros e portões pichados com a sigla do Comando Vermelho, identificando que a área é comandada pela facção criminosa.

    Marcelo da Silva Pereira morava no bairro há três meses
    Marcelo da Silva Pereira morava no bairro há três meses | Foto: Waldir Adriano / TV Em tempo

    O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas apenas atestou a morte da vítima. Os policiais da 15ª Cicom fizeram o trabalho de isolamento da área até a chegada dos órgãos responsáveis.

    O corpo foi removido pelos funcionários do Instituto Médico Legal (IML), após passar por perícia do Departamento de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC). O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Leia Mais 

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Homem morre ao tentar impedir fuga de assaltantes

    Advogado preso por tráfico de drogas terá direito a cela especial