Fonte: OpenWeather

    LIBERDADE


    Vídeo: Sheila será monitorada por tornozeleira eletrônica

    A mulher de "João Branco" é apontada como o pivô do conflito que dividiu a facção criminosa Família do Norte (FDN) e resultou na morte de 55 detentos em presídios na capital amazonense

    Sheila foi presa no dia 10 de julho, no Aeroporto de Guarulhos (SP) | Foto: Reprodução

    Manaus - Sheila Maria Faustino Peres, mulher do narcotraficante João Pinto Carioca, o "João Branco",  deixou a Penitenciária Feminina de Manaus (PFM), localizada no km 8 da BR-174, na última sexta-feira (9) e está sendo monitorada por tornozeleira eletrônica.

    A mulher saiu da cadeia após um decisão assinada pelo juiz da 3ª Vara Criminal, Mauro Antony, segundo informou a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). 

    Sheila foi presa no dia 10 de julho, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, quando tentava embarcar para Barcelona, na Espanha. Conforme informações do serviço de inteligência da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), Sheila é apontada como o pivô do conflito que dividiu a facção criminosa Família do Norte (FDN).

    Por conta do racha entre os líderes da FDN - “João Branco” e José Roberto Fernandes Barbosa, o “Zé Roberto da Compensa'', um verdadeiro banho de sangue tomou conta das unidades prisionais do estado nos dias 26 e 27 de maio deste ano. Ao todo, 55 detentos foram mortos a golpes de estocada e agressão física.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Alex Costa/ TV Em Tempo