Fonte: OpenWeather

    réu confesso


    Vídeo: assassino de esposa diz que matou porque era maltratado em casa

    O homem foi apresentado à imprensa, nesta quarta-feira (21), após ter se entregado espontaneamente à polícia para fugir da prisão em flagrante

    Douglas matou a mulher dentro da residência em que moravam juntos, na comunidade Perpétuo Socorro, Zona Norte | Foto: Josemar Antunes/Em Tempo

    Manaus - O ciúme e a separação conjugal foram os motivos que levaram o borracheiro Douglas Ricardo Silva Costa, de 25 anos, a assassinar com várias pauladas Aline Pâmela Teixeira Machado, de 26 anos, após uma discussão banal na manhã da última terça-feira (20). O crime ocorreu por volta das 5h30, dentro da casa do casal, na rua Ayrton Senna da comunidade Perpétuo Socorro, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. 

    Durante a briga, Douglas Ricardo quebrou o celular da esposa por ciúmes. Em seguida, pegou uma perna-manca e começou a agredir Aline Pâmela. Para defender a filha da agressão, Vane Corrêa Machado, de 53 anos, também foi agredida. 

    Após o crime, Douglas Ricardo fugiu do local tomando rumo ignorado. As vítimas foram socorridas e levadas para hospitais na Zona Leste da capital. Vane deu entrada no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) João Lúcio, onde foi atendida e já recebeu alta. No entanto, Aline Pâmela não resistiu aos ferimentos no HPS Platão Araújo. 

    Douglas Ricardo foi preso na tarde do mesmo dia do crime, por volta das 14h, após se entregar no 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Ao tomar conhecimento que Douglas Ricardo estava sendo procurado pela autoria dos crimes, o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), representou à Justiça o pedido de prisão por feminicídio e tentativa de homicídio.

    Douglas foi apresentado nesta quarta-feira (21)
    Douglas foi apresentado nesta quarta-feira (21) | Foto: Josemar Antunes/Em Tempo

    A ordem judicial foi expedida ainda na terça-feira (20), pela juíza Bárbara de Araújo Folhadela do Plantão Criminal. 

    De acordo com o delegado Paulo Martins, Douglas Ricardo cometeu um crime bárbaro por ciúmes. Ele matou a esposa usando uma perna-manca. 

    "Douglas Ricardo é um homem cruel. Após cometer o crime, ele resolveu se apresentar espontaneamente no 14° DIP para fugir do flagrante. Em depoimento, ele assumiu que agiu consciente e que o casal já tinha histórico de brigas. A mãe da vítima, após receber alta médica, prestou esclarecimentos e destacou que presenciou a filha ser agredida", explicou. 

    Ao ser apresentado em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (21), Douglas Ricardo alegou que era maltratado pela esposa. 

    "Vocês não sabem o que eu passava na mão dessa mulher. Ela era uma mulher muito mal", argumentou Douglas Ricardo. 

    Douglas Ricardo foi indiciado por feminicídio e tentativa de homicídio qualificado. Após os procedimentos cabíveis na DEHS, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8 da BR-174. 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo