Fonte: OpenWeather

    Morte


    Vídeo: detento do semiaberto é morto no Centro de Manaus

    Jhonny estava na fila do prédio aguardando a vez para manutenção de tornozeleira eletrônica

    Homem tentou correr para uma banca nas proximidades | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - O detento do semiaberto Jhonny Ribeiro de Oliveira, de 36 anos, conhecido como "Jhonny Al Qaeda" foi executado com três tiros, sendo dois na coxa direita e um no lado esquerdo no fim da manhã desta segunda-feira (2), na rua Gabriel Salgado (antiga rua Visconde de Mauá), no bairro Centro, na Zona Sul de Manaus. As informações são da perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC)

    Segundo informações de agentes da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o crime ocorreu por volta de 11h45. Jhonny estava na fila do prédio aguardando a vez para manutenção de tornozeleira eletrônica. 

    Em determinado momento, quatro homens não identificados chegaram ao local, em um carro preto. Dois suspeitos desceram, de cara limpa, e um deles, efetuou disparos para o alto na intenção de dispersar os populares. 

    Jhonny à direita de camisa amarela foi preso com armas, dinheiro e drogas em 2015
    Jhonny à direita de camisa amarela foi preso com armas, dinheiro e drogas em 2015 | Foto: Divulgação

    Outro suspeito seguiu em direção de Jhonny efetuando vários disparos de arma de fogo. O detento ainda correu e tentou se esconder dentro de um lanche. Ele foi alcançado e morto no local. Os criminosos fugiram tomando rumo ignorado. 

    Na ação, o dono do estabelecimento comercial Marcelo Leite Soares, de 56 anos, foi baleado na perna e levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul da capital. 

    Conforme informações repassadas da polícia, Jhonny já tinha sido preso em 2010. Com ele, foram apreendidos 12 quilos de cocaína.

    Em 2015, Jhonny foi preso com um quilo e meio de drogas, em uma distribuidora de bebidas no bairro Redenção, na Centro-Oeste. No local, ainda foram apreendidos R$ 3 mil e uma espingarda. 

    A perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) foi acionada para a ocorrência. Após os procedimentos, o corpo será removido ao Instituto Médico Legal (IML). 

    O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Câmeras de segurança próximo ao local do crime devem ajudar no andamento das investigações.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo