Fonte: OpenWeather

    Operação


    Vídeo: operação da PM combate irregularidades nos 'Amarelinhos'

    A Polícia Militar realiza a operação "Catraca", na Zona Leste de Manaus

    A operação está sendo realizada na Zona Leste de Manaus | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - Com objetivo de coibir assaltos e irregularidades, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) deflagrou em conjunto com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), na manhã desta terça-feira (10), a operação "Catraca", na Zona Leste de Manaus.

    O alvo da fiscalização são micro-ônibus do transporte alternativo, conhecido como "Amarelinho". De acordo com dados estatísticos, devido as ações desenvolvidas pela Polícia Militar, de janeiro a agosto, 40% dos crimes já foram reduzidos em várias zonas da cidade. 

    A ação visa combater assaltos e irregularidades
    A ação visa combater assaltos e irregularidades | Foto: Josemar Antunes

    A ação começou por volta das 9h, na Alameda Cosme Ferreira, no bairro São José Operário, na Zona Leste de Manaus. Nas primeiras horas de fiscalização, três micro-ônibus já haviam sido apreendidos por irregularidades na documentação.

    De acordo com o tenente-coronel Cledemir Silva, comandante do Comando de Policiamento Área Leste (CPA-Leste), várias denúncias contra motoristas do transporte alternativo foram feitas à polícia.

    "São corridas absurdas com excesso de velocidade e desrespeito com a sinalização de trânsito. Essas imprudências colocam em risco a vida dos passageiros e dos próprios motoristas. Os condutores têm que ter cautela por estarem transportando vidas", explicou. 

    Passageiros reclamam dos motoristas
    Passageiros reclamam dos motoristas | Foto: Josemar Antunes

    O chefe da divisão de fiscalização, Washington Amorim, do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), informou que a fiscalização foca na irregularidade do transporte, conservação do veículo e se o motorista está habilitado. 

    "As irregularidades mais comuns são dos condutores sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e sobre a documentação do veículo. Os veículos irregularidades são recolhidos para o parqueamento e o prazo é por conta do proprietário para regularizar a situação", disse. 

    Amorim ressaltou, ainda, que outras fiscalizações devem acontecer e como alvos mototaxistas, transporte executivo, transporte público e motoristas de transporte por aplicativos.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Patrícia de Paula / TV Em Tempo