Fonte: OpenWeather

    Violência


    Violência em Manaus resulta em 20 homicídios em apenas 4 dias

    Os crimes aconteceram em várias Zonas de Manaus

    Zarolinho foi executado no terminal da Matriz, no Centro de Manaus | Foto: Jhonata Lobato

    Manaus – A capital amazonense teve um fim de semana sangrento. Ao todo, 20 pessoas foram assassinadas entre a noite de sexta-feira (13) até a manhã de segunda-feira (16), em várias Zonas de Manaus. A polícia também registrou o homicídio de um adolescente no município Manacapuru (68 quilômetros distante de Manaus).

    Na capital, os casos foram registrados no terminal da Matriz, na Manaus Moderna e na avenida Constantino Nery, no Centro; na comunidade São Estrela de Davi e nos bairro Jorge Teixeira e Gilberto Mestrinho, Zona Leste; na esquina entre as ruas 7 e Couto Vale, nos bairros Raiz e Educandos, Zona Sul; na rua Galileu, nos bairro Compensa e Tarumã, Zona Oeste; nas comunidade Raio do Sol, Rio Piorini, e no bairro Nova Cidade, Zona Norte.

    Na sexta-feira (13) e no sábado (14), foram contabilizadas sete vítimas. Enquanto no domingo (15) foram registrados 11 ocorrências. Até a manhã desta segunda (16), a Polícia já registrou mais três casos de homicídio. Confira:

    Sexta-feira (13)

    Zarolinho foi executado no terminal da Matriz, no Centro de Manaus
    Zarolinho foi executado no terminal da Matriz, no Centro de Manaus | Foto: Jhonata Lobato

    Anderley Dantas Rabelo

    Um homem identificado como Anderley Dantas Rabelo, conhecido como "Zarolinho", de 38 anos, foi executado na noite desta sexta-feira (13), no terminal da Matriz, no Centro. O crime aconteceu por volta das 23h, quando um homem, ainda não identificado, disparou contra a cabeça e o ombro da vítima - que morreu na hora.

    O capitão Deni Souza, do Comando de Policiamento da Área Sul (CPA Sul), informou que vítima teria discutido minutos antes com um homem, ainda não identificado. Pouco tempo depois, um suspeito chegou em uma moto e efetuou os disparos.

    Hibraim Mendes de Ferreira

    Na tarde dessa sexta-feira (13), Hibraim Mendes de Ferreira, de 29 anos, foi assassinado na rua Caiçara do Norte, na comunidade Raio do Sol, bairro Nova Cidade, zona Norte de Manaus.

    Com informações dos moradores repassadas ao delegado Guilherme Antoniazzi, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), vítima estava sendo perseguida por quatro homens, ainda não identificados, armados com facas e pedaços de madeira. “O rapaz tentou escapar dos suspeitos, mas foi alcançado e morto. Ele era usuário de drogas, nossa suspeita é que ele estava envolvido com o tráfico”, disse o delegado.

    Jefferson Brito Tavares

    Jefferson Brito Tavares, o "Jeffinho", foi assassinado com tiros à queima-roupa, na noite dessa sexta-feira (13). O crime aconteceu por volta das 22h, na esquina entre as ruas 7 e Couto Vale, no bairro Raiz, Zona Sul de Manaus. Policiais da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados para atender uma denúncia de disparos de arma de fogo. Ao chegarem no local, encontraram "Jeffinho" morto.

    "As primeiras informações que tivemos é que ele estava passando pelo local, quando foi surpreendido e baleado, alguns tiros atingiram a cabeça e ele não resistiu", disse o subtenente PM Alencar. O policial informou ainda que moradores disseram que a vítima era conhecida na área por vender drogas. 

    Eduardo Marinho Cruz

    Também na noite de sexta (13), Eduardo Marinho Cruz foi assassinado, por volta das 20h, na rua Galileu, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. A autoria do crime ainda é desconhecida pela polícia.

    "A população nos informou que um homem encapuzado atirou contra a vítima à queima-roupa", disse o policial, que não se identificar. Informações repassadas por funcionários do SPA dão conta de que a vítima foi atingida com dois tiros no rosto e um tiro em cada mão. 

    Sábado (14)

    O adolescente Gabriel Souza foi atingido por três tiros na cabeça
    O adolescente Gabriel Souza foi atingido por três tiros na cabeça | Foto: Reprodução

    Diego Ferreira da Silva

    Na manhã deste sábado (14), um homem foi assassinado na avenida Itauba, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Segundo informações, uma rixa antiga entre dois flanelinhas culminou no assassinato de Diego Ferreira da Silva, de 27 anos.

    De acordo com o capitão PM Leonardo Luz, motivados pela rixa, durante um encontro, os dois flanelinhas se confrontaram, com vítima e assassino, identificado como Daniel André Belém de Freitas, 29, se atacando com pedaços de madeira, até um deles não resistir aos ferimentos e morrer. Ainda segundo o capitão, Daniel já possui passagem pela polícia por furto.

    Gabriel Souza da Silva

    Um adolescente identificado pela polícia como Gabriel Souza da Silva, de 15 anos, foi executado com três tiros na cabeça na tarde desse sábado (14). O crime aconteceu em uma chácara abandonada, localizada na rua Benjamim Roberto, bairro São José, em Manacapuru, município distante 68 quilômetros de Manaus.

    De acordo com policiais do 9º Batalhão de Polícia Militar do município, a vítima era conhecida por ser usuária de drogas e praticar pequenos delitos na localidade. Ainda segundo a polícia, o crime pode ter sido motivado por acerto de contas. "Era um menor que costumava cometer roubos pelo bairro. A própria família relatou sobre o mau comportamento que ele tinha", informou um tenente da  9º BPM.

    José Stelio Franco Nery

    Com três tiros na cabeça, o autônomo José Stelio Franco Nery, de 29 anos, foi encontrado morto na noite desse sábado (14). Segundo testemunhas, a vítima sofreu um sequestro há dois dias e o corpo foi localizado boiando no rio Negro, na região de um estaleiro, no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. 

    José Stelio era usuário de drogas e estaria em uma área dominada por membros da facção criminosa Família do Norte (FDN). Ele foi raptado pelo grupo e torturado em uma canoa.

    Domingo (15)

    Domingo (15) foi o dia que teve mais registros de homicídio
    Domingo (15) foi o dia que teve mais registros de homicídio | Foto: Secom

    José Pereira Rocha

    Durante uma briga, de motivo ainda desconhecido, dois moradores de rua se esfaquearam na madrugada desse domingo (15). O desentendimento aconteceu em um posto de gasolina, localizado na avenida Constantino Nery, Zona Centro-Sul de Manaus. 

    José Pereira Rocha, de 33 anos, morreu no local. Renato dos Santos Palheta, 29, foi detido pela Polícia Militar e, devido aos ferimentos, precisou ser encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul.

    José Carlos da Rocha Menezes

    José Carlos da Rocha Menezes, de 26 anos, morreu na manhã deste domingo (15), no Hospital e Pronto-Sorro (HPS) 28 de Agosto., no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus. Ele foi baleado durante a madrugada em um posto de gasolina, localizado na avenida do Turismo, bairro Tarumã, Zona Oeste da capital.

    De acordo com a família, José Carlos havia acabado de sair de uma casa de show, na companhia de primos e amigos. No posto de combustível, ele teria reconhecido um desafeto e tentou se proteger, mas foi atacado com tiros. 

    Amarrado na invasão ‘Estrela de Davi’

    Na tarde desse domingo (15), um homem ainda não identificado, foi encontrado por moradores em um córrego na invasão Estrela de Davi, na Zona Leste de Manaus, com as mãos e pescoços amarrados. A área, segundo levantamento da polícia, é dominada pela facção criminosa Família do Norte (FDN), que briga pelo comando do tráfico de drogas em Manaus. 

    Segundo os moradores do local, a vítima morava nas proximidades da invasão. A única identificação disponível até o momento é de que a vítima possuía uma tatuagem de escorpião no braço esquerdo. Próximo ao local de encontro do corpo há um muro com a sigla da FDN pichada – uma forma de tentar intimidar moradores e a polícia.

    Esfaqueamento na Manaus Moderna

    Um homem ainda não identificado foi assassinado na noite de domingo (15), no Centro de Manaus, vítima de facada no pescoço. De acordo com a equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o crime ocorreu por volta das 23h, na "balsa amarela”, no Porto da Manaus Moderna, na avenida Lourenço da Silva Braga. 

    Após ser esfaqueada, a vítima foi socorrida e levada para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Zona Sul, mas não resistiu ao ferimento e morreu. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML).

    30 facadas no Nova Cidade

    Por volta das 20h30 desse domingo (15), um homem foi encontrado morto com 30 facadas na rua Adis Abeba, conjunto Cidadão 5, bairro Nova Cidade, na Zona Norte de Manaus.

    Segundo informações da polícia, a vítima estava jogada em via pública e não possuía documentos pessoais que pudessem identificá-la.. A autoria do crime também é desconhecida.

    Conforme informações da perícia criminal, do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPT), um um dos golpes deixou as vísceras da vítima exposta.

    Johnathan Renan Castro da Encarnação

    O industriário Johnathan Renan Castro da Encarnação, de 28 anos, foi assassinado com três tiros, em um possível acerto de contas, na noite desse domingo (15), na comunidade Fazendinha, no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus. 

    Segundo informações da polícia, o crime ocorreu por volta das 22h. Johnathan estava dentro da casa onde morava, localizada na rua dos Rouxinóis, quando três homens chegaram atirando. A vítima ainda tentou fugir, mas foi alcançado e atingida com tiros nas costas, no braço direito e perna direita. 

    Chacina no Parque São Pedro

    A chacina causou cinco mortos e dois feridos
    A chacina causou cinco mortos e dois feridos | Foto: Josemar Antunes

    Cinco homens foram mortos a tiros e outros dois ficaram feridos em uma chacina ocorrida na noite de domingo (15), na comunidade Parque São Pedro, no bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus. De acordo com a polícia, os criminosos chegaram encapuzados em dois carros e desceram atirando contra sete pessoas, que estavam na frente de uma casa, na rua Elisa Lispector.

    Durante a ação criminosa, Mário Jorge da Cunha Ramos, de 44 anos, José Augusto Brazão Barros, de 19 anos, Wendew Santos de Santos, de 18 anos, e Jailson Gouveia Almeida, de 38 anos, morreram no local. Afrânio da Silva Samir, de 31 anos, foi alvejado com três tiros no tórax e morreu no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Rinaldi Abdez Aziz, na Zona Norte da capital. 

    Segunda-feira (16)

    Filho da dona de casa acredita que ela foi morta por engano
    Filho da dona de casa acredita que ela foi morta por engano | Foto: Josemar Antunes

    Deuzimar Cardoso da Silva

    A dona de casa Deuzimar Cardoso da Silva, de 43 anos, foi assassinada a tiros na manhã desta segunda-feira (16), dentro da casa onde morava, na rua Calopsita, comunidade Rio Piorini, bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte de Manaus. 

    De acordo com o tenente Lacerda, da 18a Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o crime ocorreu por volta das 10h. Deuzimar estava na varanda do imóvel com o filho e o genro, quando um homem chegou e atirou três vezes contra a vítima.  Ao Portal Em Tempo, Angles Cardoso da Silva, de 29 anos, acredita que a mãe foi morta por engano e culpada por algo que não fez. 

    Corpo encontrado no Gilberto Mestrinho

    Ainda na manhã desta segunda-feira (16), o corpo de um homem foi encontrado enrolado em um lençol e amarrado com fio elétrico, no ramal das Pedreiras com a rua Amazonas, comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus.

    Conforme informações repassadas pela equipe da perícia criminal do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), o homem foi morto com dez facadas, das quais nove atingiram o rosto da vítima, além de um golpe profundo na barriga que deixou as vísceras do homem exposta.