Fonte: OpenWeather

    Cadáver


    Corpo é encontrado em cova cimentada de construção no Nova Cidade

    A cadela Ronda, do CIPCães, levou aproximadamente 30 minutos para localizar o cadáver

    A equipe foi acionada por volta de meio-dia pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) | Foto: Divulgação

    Manaus - O corpo de uma pessoa, do sexo masculino, ainda não identificada pela polícia, foi desenterrado, na tarde desta quinta-feira (26), em uma construção de alvenaria na comunidade Fé em Deus, no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus.

    Conforme o capitão Newton, da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães), da Policia Militar do Amazonas (PM-AM), a equipe foi acionada por volta de meio-dia pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) sobre o recebimento de denúncia da existência de um corpo enterrado na comunidade.

    "Chegamos na comunidade e levamos aproximadamente 30 minutos para encontrar o local em que o corpo estava enterrado - inclusive a cova já estava cimentada e ali já havia sido iniciada a construção de uma casa de alvenaria. Desta vez, foi pouco tempo de procura graças à cadela Ronda, porque se fosse apenas pessoas procurando o corpo duraria horas ou até dias. A ronda, nesse caso, tem papel fundamental nas buscas pois é especialista em farejar cadáver", informou o capitão.

    Após a cadela localizar a região em que o corpo estava enterrado, segundo o capitão do CIPCães, uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) foi acionada para atuar na remoção do cadáver que, posteriormente, será entregue ao Instituto Médio Legal (IML), também na Zona Norte, onde passará por procedimentos de necropsia e identificação.

    Suspeita

    Familiares de Cezar da Silva Belarmino, de 30 anos, acompanharam os procedimentos da polícia no local para tentar identificar o corpo. O homem está desaparecido desde a manhã do dia 6 de setembro deste ano. 

    De acordo com o pai dele, Valdercir Belarmino, no dia em que desapareceu, por volta das 8h, o homem saiu da casa onde moram, situada na rua 242, no conjunto Cidadão 12, bairro Nova Cidade, zona norte da capital e, desde então, os familiares não tiveram mais notícias sobre ele.

    Ainda segundo o noticiante, Cezar possui três tatuagens, sendo um desenho de um mago no abdome, o nome “Valdecir” descrito no braço esquerdo e o nome “Cleonice” descrito nas costas. Conforme o pai do desaparecido, da última vez em que foi visto, ele estava vestindo bermuda jeans e calçava uma sandália marrom.