Fonte: OpenWeather

    Polícia


    Jovem é morto dentro da própria casa no bairro Betânia, em Manaus

    Pai da vítima tentou proteger o filho, mas é baleado e não corre perigo de morte

    Diego dos Santos Serra, de 25 anos, foi
assassinado com sete tiros
    Diego dos Santos Serra, de 25 anos, foi assassinado com sete tiros | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - Diego dos Santos Serra, de 25 anos, foi

    assassinado com sete tiros, no fim da noite desta  quarta-feira (2), por volta das 23h46, na rua Magalhães Barata, no bairro Betânia, na Zona Sul de Manaus. Na mesma ação criminosa, o pai da vítima também foi baleado e não corre perigo de morte.

    Segundo informações da 7ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a vítima retornava do trabalho momentos antes do crime. Diego foi surpreendido por dois homens quando chegava em casa. Um dos criminosos trajando camisa do Flamengo foi o autor dos disparos de arma de fogo à queima-roupa. 

    "Ao perceber os criminosos, Diego correu para dentro de casa e pediu ajuda do pai. O assassino conseguiu invadir o local e matar Diego com sete tiros. A vítima comercializava drogas na região e fazia parte de uma facção criminosa ", explicou um sargento da Polícia Militar, que preferiu não se identificar. 

    Conforme levantamentos da polícia, Diego era envolvido com o tráfico de drogas e membro da facção criminosa Família do Norte (FDN)
    Conforme levantamentos da polícia, Diego era envolvido com o tráfico de drogas e membro da facção criminosa Família do Norte (FDN) | Foto: Josemar Antunes

    Conforme levantamentos da polícia, Diego era envolvido com o tráfico de drogas e membro da facção criminosa Família do Norte (FDN). O crime pode ter sido motivado por acerto de contas relacionado a briga entre membros de facções criminosas FDN e Comando Vermelho (CV), que lutam pelo poder do tráfico. 

    O pintor automotivo José Diogo Cardoso Serra, de 51 anos, foi alvejado com um tiro na clavícula, sendo socorrido por um vizinho até o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Zona Sul. Horas depois, ele foi transferido para o Pronto-Socorro (PS) Dr. João Lúcio, na Zona Leste. 

    O corpo de Diego foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) e o caso será investigado pela equipe da DEHS.