Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Rocam invade festa de traficante e prende quarteto com drogas e armas

    No local da prisão era comemorado o aniversário de um dos líderes do tráfico, um bolo no formato de uma folha de maconha, com duas notas de dólar falsas, foi usado como decoração

    Os policiais chegaram até o local após receberem uma mensagem no WhatsApp de denúncia da corporação
    Os policiais chegaram até o local após receberem uma mensagem no WhatsApp de denúncia da corporação | Foto: Divulgação PM

    Manaus - Após uma denúncia anônima, quatro homens foram presos pela equipe da Rocam na noite deste sábado (5). Os suspeitos estavam em uma casa, localizada na beco da Bomba, bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. Segundo a polícia, no local estava sendo realizada festa de aniversário de um dos traficantes do bairro, que não teve o nome divulgado.

    Foram presos na residência Flávio Freitas Tavares Júnior, de 22 anos; Wesley Kennedy Oliveira da Silva, 23; Jame Gabriel Souza da Silva, 20, e Brenner Souza de Oliveira, 23.

    Os policiais chegaram até o local após receberem uma mensagem no WhatsApp de denúncia da corporação. A Rocam deslocou até o endereço citado e localizou casa com alguns ocupantes, que ao visualizarem os policiais militares demonstraram atitudes suspeitas. 

    A veracidade da denúncia foi constatada quando os policiais encontraram um bolo no formato de uma folha de maconha, uma trouxinha do entorpecente por cima, com duas notas de dólar falsas, foi usado como decoração.

    A Rocam também apreendeu na festa dois revólveres, calibre 38, oito munições intactas. Além de três porções grande de maconha, três porções médias de cocaína, duas balanças de precisão e nove celulares. Os suspeitos ainda tentaram jogar uma das armas na lateral da residência, mas o objeto foi encontrado após uma revista. 

    De acordo com a Polícia Militar Flávio Freitas, responde pelo crime de tráfico de drogas. Ele e os outros três comparsas foi encaminhados para o 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde devem permanecer à disposição da Justiça. 

    *Com informações da assessoria