Fonte: OpenWeather

    FDN


    Vídeo: homem é morto pelos sobrinhos ao defender filho em Manaus

    A intenção do trio era matar o primo, por acreditar que o jovem era de uma facção rival

    Os três suspeitos tinham a intenção de matar o primo | Foto: Josemar Antunes

    Manaus - Os primos Levy Maciel Marques, de 19 anos, Liandro Silva da Mota, de 20 anos, e Liendrew Silva da Mota, de 19 anos, foram apresentados, na manhã desta quarta-feira (9), pela autoria do assassinato do tio Dionio Carvalho da Mota, de 38 anos. O crime ocorreu no dia 1° de janeiro deste ano, na avenida Beira-Rio, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. 

    Os investigados foram presos na última segunda-feira (7), durante a operação "Primus" nos bairros Cachoerinha e Coroado, respectivamente, na Zona Sul e Leste da capital amazonense, com apoio do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP). As ordens judiciais foram expedidas no dia 26 de setembro deste ano, pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri. 

    De acordo com o delegado Paulo Martins, os três suspeitos tinham intenção de matar um primo, por acreditarem que ele estava migrando para facção criminosa Comando Vermelho (CV). Levy foi contratado para crime.

    O trio acreditava que o primo tinha envolvimento com uma facção criminosa rival
    O trio acreditava que o primo tinha envolvimento com uma facção criminosa rival | Foto: Josemar Antunes

    "A motivação do crime foi tráfico de drogas. Eles acreditavam que o primo fazia parte de outra facção criminosa. É mais um assassinato solucionado", disse. 

    O delegado Charles Araújo, adjunto da DEHS, informou que as investigações iniciaram logo após o crime. Durante as investigações identificamos o Levy como sendo o atirador. No momento do crime, Dionio tentou defender o filho e acabou morto. Eles acreditavam que o primo deles era de outra facção criminosa rival", disse. 

    Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, o trio será levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro da BR-174, onde ficará à disposição da Justiça.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Bárbara Mitoso/ TV Em Tempo