Fonte: OpenWeather

    Crime


    Homem que roubava e estuprava vítimas segue foragido em Manaus

    Segundo a DERFV, após o roubo, Henok entra em contato com os familiares e próximos da vítima extorquindo dinheiro para devolução dos carros roubados. Henok chegou a ameaçar o delegado Cícero Túlio

    A polícia realizou operação na terça-feira (22) após descobrir que Henok estava tentando roubar um comerciante no Jorge Teixeira | Foto: Divulgação

    Manaus - Um homem identificado como Henok Silva Carvalho, de 34 anos, suspeito de cometer crimes de estelionato, roubo de veículos, extorsão e estupro segue foragido em Manaus. Segundo a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Henok já foi preso duas vezes por aplicar golpes de estelionato na Zona Leste e Norte da capital amazonense.

    O titular da DERFV, Cícero Túlio, afirmou que após ele roubar e estuprar as vítimas. Henock, por meio dos números de telefone dos celulares roubados, entra em contato com os familiares e pessoas do convívio da vítima para exigir uma determinada quantia em dinheiro alegando a devolução do veículo.

    Além de roubar, Henok estuprava e ameaçava as vítimas
    Além de roubar, Henok estuprava e ameaçava as vítimas | Foto: Divulgação

    “Depois que ele rouba as vítimas que ele tenta estuprar. Ele pega através dos contatos telefônicos dos celulares roubados das vítimas. Passa a ligar para familiares, pessoas do convívio comum das vítimas exigindo uma quantia em dinheiro. Mas o veículo nunca é devolvido. Inclusive ele faz filmagens do veículo falando que irá devolver e acaba ficando com esse dinheiro”, comentou Cícero

    Segundo o delegado, três vítimas já compareceram na unidade policial apontando essa situação. A DERFV iniciou as investigações e conseguiram recuperar na semana passada um veículo Montana de cor branca que teria sido roubado por ele. Conforme Cícero, Henock chega a ameaçar as vítimas caso seja denunciado, chegando inclusive a ameaçar o próprio delegado.

    Henok ameaçou matar o titular da DERFV
    Henok ameaçou matar o titular da DERFV | Foto: Josemar Antunes

     

    “No momento em que as vítimas falam que vão vir a delegacia denunciar essa questão da extorsão ele fala que vai matar o delegado da DERFV. Inclusive há algumas semanas, Henock passou a utilizar a minha foto no seu perfil de WhatsApp”, ressaltou o delegado.

    Operação no Jorge Teixeira

    Dando prosseguimento às investigações do foragido, na terça-feira (22), a Polícia Civil conseguiu a informação de que Henok pretendia roubar um comerciante de tênis em Manaus. Henok teria encomendado 130 pares de tênis do comerciante. O ponto de encontro marcado foi na travessa Amazonas, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste da capital.

    Segundo investigações, Henok havia encomendado 130 pares de tênis de um comerciante
    Segundo investigações, Henok havia encomendado 130 pares de tênis de um comerciante | Foto: Divulgação

    “Nossas equipes se deslocaram para lá e na oportunidade que ele iria praticar o roubo, nós realizamos uma ação policial que resultou uma troca de tiros. Henock juntamente com outros suspeitos estavam em posse de um veículo Chevrolet Ônix, de cor cinza com restrição de roubo, sendo alvejado por disparos pela polícia. Inclusive esse ônix cinza havia sido roubado também pela quadrilha dele e na oportunidade eles conseguiram empreender fuga”, declarou Cícero.

    Passagem pela polícia

    No dia 5 de abril de 2017, Henok foi preso juntamente com Pedro Paulo de Matos, 57; Darclei Oliveira da Silva, 34; Luciano Pereira de Jesus, 22; Leonardo Pereira de Jesus, 21; e Vital Marques Pantoja de Oliveira, 21. A quadrilha aplicava golpes utilizando redes sociais.

    Segundo a Polícia Civil, Henoch entrava em sites de venda e procura pessoas vendendo qualquer objeto. Henoch entrava em contato, realizava o depósito por meio de envelope na conta do vendedor, porém o envelope não tinha nenhum dinheiro.

    Um dos produtos comprados desta forma foi um veículo, que posteriormente foi revendido para Pedro. No momento da prisão do homem, os policiais encontraram com ele um revólver calibre 38. A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) permanece em busca de Henok, que deverá responder pelos crimes de estelionato, roubo, extorsão e estupro.