Fonte: OpenWeather

    Guerra entre facções


    Vídeo: FDN ameaça CV antes de confronto com a polícia, em Manaus

    Os vídeos foram gravados momentos antes do confronto entre traficantes da FDN e policiais militares, que resultou na morte de 17 membros da facção

    Confronto entre traficantes da FDN e policiais militares, que resultou na morte de 17 membros desta facção | Foto: Reprodução

    Manaus - Vídeos que circulam nas redes sociais mostram integrantes da facção criminosa Família do Norte (FDN) ameaçando membros do Comando Vermelho (CV), no Beco JB Silva, localizado na rua Magalhães Barata, situada no bairro Crespo, Zona Sul de Manaus.

    Os vídeos foram gravados momentos antes do confronto entre traficantes da FDN e policiais militares, que resultou na morte de 17 membros da FDN, durante a madrugada desta quarta-feira (30).

     Nas imagens, os criminosos aparecem armados fazendo ameaças à facção rival. Em um dos vídeos, um traficante deixa evidente que o confronto foi motivado por disputa de território. “Já ganhamos estamos na quadra, e entramos em todos os becos e estamos ganhando essa p****”,afirma o criminoso.

    O caso

    Conforme a polícia, 50 integrantes da FDN chegaram no bairro e entraram no Beco JB Silva, localizado na rua Magalhães Barata, com o objetivo de tomar as bocas de fumo dos bairros Betânia e Crespo, regiões dominadas pelos traficantes Felipe Oliveira da Costa, de 24 anos, conhecido como “Coreano”, preso pela Rocam no dia 22 de maio deste ano, e Josué Moraes de Almeida, de 31 anos, também preso pela polícia. Eles são ex-integrantes da FDN, e agora fazem parte do Comando Vermelho.

    A operação “Bonde” foi realizada de forma conjunta entre os policiais da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), Batalhão de Choque, Força Tática e  da 7ª Cicom. Na ocasião, os criminosos reagiram a intervenção policial. No tiroteio, 17 criminosos foram baleados. Eles ainda foram levados para o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul da capital, onde morreram. 

    Na ação foram apreendidas 17 armas de fogo, de grosso calibre, entre elas uma submetralhadora e munições. Nenhum policial ficou ferido e não houve prisão. 

    "Os criminosos estavam preparados para um confronto com rivais na área, mas a Polícia Militar chegou ao local primeiro para preservar a vida e aplicar a lei. Aqueles que ousarem enfrentar a polícia terão a resposta altura. Lugar de bandido é na cadeia.A determinação do governador é para sufocar o crime", disse o coronel Ayrton Norte. 

    Assista ao vídeo:

    | Autor: Reprodução