Fonte: OpenWeather

    Briga de Facção


    Pistoleiros da FDN são presos minutos antes de atacar rivais do CV

    Os três homens portavam uma arma caseira e pretendiam brigar por território

    Os suspeitos foram presos em flagrante
    Os suspeitos foram presos em flagrante | Foto: Divulgação

    Parintins – Três integrantes da facção criminosa Família do Norte (FDN) foram presos, na tarde desta quarta-feira (20), suspeitos de praticar ataques contra membros da organização rival, o Comando Vermelho (CV). A prisão foi efetuada por volta das 18h, quando uma guarnição da Força Tática realizava patrulhamento na estrada do Macurany, Zona Oeste do município de Parintins (distante a 369 quilômetros da capital).

    Os policiais militares do 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM) avistaram os três homens em duas motocicletas, uma modelo Lander, cor vermelha, sem placa, e uma Fazer 250, cor vermelha e preta, placa JXM-9883. As viaturas se aproximaram das motos e, de imediato, os suspeitos fugiram do local, mas foram alcançados e receberam voz de prisão.

    O trio foi identificado como Francisco Silva Caldeira, vulgo "Chiquinho", de 29 anos, Genilson Silva Araújo, de 42 anos, e Leonardo Auzier Ramos, de 29 anos. Com eles foi encontrada uma pistola calibre 28, tipo caseira.

    Esquema criminoso

    "Chiquinho" é pistoleiro profissional da FDN e os comparsas levantam informações sobre facções rivais. Eles também realizam a confecção de armas artesanais.

    Chiquinho também é suspeito de ter participado de três assassinatos no município. As vítimas eram Evandro Santos do Vale, conhecido como "Lameira"; Anderlei Pessoa Sarrazin, o “Pimpolho”; e Adeilson Valente Barbosa, de 37 anos, o "China". Todos supostamente integram o CV.

    Os criminosos foram levados à 3ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) onde o flagrante foi registrado. Ao serem questionados sobre o que fariam com a arma. Eles confessaram que estavam preparados para matar rivais do Comando Vermelho durante briga por território de tráfico de drogas. O ataque ocorreria ainda nesta noite, segundo os planos dos criminosos.