Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Polícia prende traficantes internacionais em São Gabriel da Cachoeira

    A quadrilha estava em uma embarcação transportando maconha que veio da Colômbia

    Suspeitos foram presos em flagrante
    Suspeitos foram presos em flagrante | Foto: Divulgação

    Manaus - Três homens e uma mulher foram presos em flagrante na manhã desta terça-feira (24) por tráfico internacional de drogas. A prisão aconteceu, por volta das 11h30, na comunidade do Cucuí, do município São Gabriel da Cachoeira (distante 852 quilômetros da capital). Os suspeitos estavam em uma embarcação atracada na comunidade e transportavam maconha que teria vindo da Colômbia.

    A operação foi realizada pelos Policiais Civis da Delegacia Especializada de Polícia (DEP), de São Gabriel da Cachoeira, sob o comando da delegada Grace Jardim, em ação conjunta com o Exército Brasileiro (EB).

    Droga apreendida
    Droga apreendida | Foto: Divulgação

    Os suspeitos Aldrian Wilfredo Morillo Zapora, de 34 anos; Diego Nazaré Brito de Oliveira, de 33 anos; Leopoldo Figueiredo de Garrido Neto, de 21 anos; e Jarina dos Santos Aranha, de 33 anos, foram presos em flagrante no porto do 4° Pelotão Especial de Fronteira (PEF) daquela comunidade.

    Durante abordagem e revista no local, foram encontrados 13 tabletes de maconha no assoalho do barco.

    “A comunidade de Cucuí faz fronteira com a Venezuela e Colômbia. O grupo comprou as drogas na Colômbia e trouxe ao Brasil, por via fluvial, ocasião em que atracou no porto da comunidade mencionada, onde foi abordado pela equipe do Exército Brasileiro. Durante revista no lugar, foi encontrado o material ilícito. A equipe da DEP foi acionada, e os infratores conduzidos à especializada”, informou a delegada.

    Delegada Grace Jardim, da Delegacia Especializada de Polícia (DEP), de São Gabriel da Cachoeira
    Delegada Grace Jardim, da Delegacia Especializada de Polícia (DEP), de São Gabriel da Cachoeira | Foto: Divulgação

    Procedimentos

    Aldrian, Diego, Leopoldo e Jarina foram indiciados por tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos na DEP, eles irão permanecer na carceragem da unidade prisional daquela cidade.

    *Com informações da assessoria