Fonte: OpenWeather

    Grande Circular


    Vídeo: bebê sequestrado é encontrado pela polícia em Manaus

    A mulher dormiu na casa da mãe do bebê e, em um momento de descuido, sequestrou a criança. Essa mulher teria perdido o filho e pode estar enfrentando problemas psicológicos

    bebê sequestrado é encontrado na Grande Circular | Foto: Jhonatas Lobato

    Manaus - Após quatro horas e meia do sequestro, Ana Clara, uma bebê de dois meses, foi encontrada na manhã terça-feira (31). A sequestradora identificada como Gracilene Castro de Souza, de 46 anos, foi localizada na avenida Grande Circular. Os investigadores da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) efetuaram a prisão da suspeita.

    Os policiais da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) receberam denúncias anônimas que a suspeita estava com a criança em sua residência localizada no bairro Tancredo Neves, Zona Leste da cidade. Viaturas foram até o local e os policiais flagraram a mulher com a pequena Ana Clara. Ela foi levada a sede da DEPCA.

    História da sequestradora

    O marido da Francilene, o pedreiro Francisco Ednarso da Silveira Celestino, de 46 anos, contou que conheceu a mulher em Fortaleza no ano passado, iniciaram o relacionamento e ela engravidou. Eles vieram à Manaus e Francilene deu a luz no Balbina Mestrinho em agosto desse ano, mas desde o nascimento do filho deles, Francisco disse ainda não tinha visto o bebê.

    "A única coisa que sei é que ela conheceu essa mulher na maternidade enquanto ela (Francilene) acompanhava filha que tinha dado à luz. Desde então, eu não soube mais nada, só a vi quando ela chegou em casa hoje com bebê", contou.

    Questionado sobre ainda não ter visto o próprio o filho, após três meses do nascimento, Francisco alegou que a mulher dizia que a criança estava em observação e não podia receber visitas. Ele disse ainda ter tomado conhecimento de que a esposa teria perdido o bebê no parto, apenas hoje, durante a prisão dela.

    "Eu não sei se ela queria substituir nosso filho pela criança dos outros, mas eu estou assustado tanto quanto os familiares", complementou.

    Entenda o caso

    Franciele teria pedido a Cláudia, mãe da criança, para dormir na casa dela na noite desta segunda-feira (30), localizada na esquina entre as ruas 31 de Julho e Afonso Albuquerque, no bairro Japiim, Zona Sul da capital.

    Por volta das 7h, enquanto a mãe tomava banho, Francilene pegou a criança e fugiu. Um vizinho viu o momento em que ela estava saindo com a criança, mas pensou que o bebê era dela e por isso não chamou à polícia. A câmera de segurança de um residência próxima gravou o momento em que ela passou pela rua.

    Às 13h30, familiares receberam a denúncia de uma vizinha que estava em um chá de bebê no Trancredo Neves, e teria visto a suspeita por lá.

    Os policiais civis da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA) foram até o local com os policiais militares e constaram que a mulher estava com a criança, momento em que foi presa. 

    Procedimentos

    A mulher foi levada a sede a especializada onde irá responder por sequestro. O marido também irá depor, mas ainda não há informações se ele irá responder por cumplicidade. Os familiares também compareceram no local para prestarem depoimentos. A criança foi devolvida aos pais.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista à reportagem | Autor: Luiz Rodrigues/ Em Tempo