Fonte: OpenWeather

    Grande Vitória


    Traficantes monitoravam ação da polícia com câmeras de segurança na ZL

    Além da venda de drogas e de monitorar a polícia, os suspeitos ameaçavam moradores da localidade

    Os suspeitos foram presos em flagrante e levados ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP) | Foto: Divulgação

    Os suspeitos foram presos em flagrante e levados ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP)
    Os suspeitos foram presos em flagrante e levados ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP) | Foto: Divulgação

    ManausUm casal foi preso na noite desta quarta-feira (1) por tráfico de drogas. A prisão aconteceu por volta das 21h30, na residência deles, localizada na rua Curitiba, bairro Gande Vitória, Zona Leste da capital. No local, policiais encontraram um sistema de câmeras de segurança para monitorar as patrulhas da Polícia pelo local.

    Os suspeitos foram identificados como Tiago de Jesus Araújo Dourado, de 24 anos, e sua companheira, Antônia Joelma Silva de Brito, de 20 anos. Tiago já foi preso por receptação.

    Além das câmeras, foi apreendido um revólver calibre 32, um simulacro de revólver, uma carabina de pressão, uma porção pequena de maconha, um cigarro de maconha, uma balança de precisão, um dinamômetro, R$260 em espécie, insumos para embalagens de drogas e maquininha de cartão.

    De acordo com o tenente Josemar, da 4ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), policias militares receberam denúncias anônimas de que o casal realizava venda de entorpecentes no local e ameaçava moradores.

    Policiais também apreenderam um revólver calibre 32, um simulacro de revólver, uma carabina de pressão, uma porção pequena de maconha,
    Policiais também apreenderam um revólver calibre 32, um simulacro de revólver, uma carabina de pressão, uma porção pequena de maconha, | Foto: Divulgação

    "Só o fato deles monitorarem o movimento da polícia já alegamos que eles são profissionais nisso. Apesar de não confirmarem que pertencem a alguma facção criminosa, não descartamos que há mais pessoas envolvidas, mas a Polícia Civil irá investigar isso", disse o tenente.

    Os suspeitos foram presos em flagrante e levados ao 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Os dois permanecerão na sede do 6° DIP até que a Justiça defina suas sentenças.