Fonte: OpenWeather

    Assalto


    Dupla que praticava arrastões em paradas de ônibus é presa em Manaus

    Algumas das vítimas dos assaltos compareceram na delegacia e relataram que os assaltantes eram agressivos durante as ações

    Arma apreendida com os assaltantes
    Arma apreendida com os assaltantes | Foto: Divulgação

    Manaus – Uma equipe da Polícia Militar prendeu na noite de quinta-feira (2) dois criminosos que praticava ‘arrastões’ em paradas de ônibus e assaltos em estabelecimentos comerciais na Zona Leste de Manaus. Um dos suspeitos foi identificado como Valcynei Richard da Silva, de 18 anos. O outro tem 17 anos.

    Conforme informações da polícia, os suspeitos estavam a pé na rua Gavião, do Bairro Tancredo Neves. Ao avistarem a viatura, ficaram nervosos e tentaram fugir, mas os policiais militares conseguiram capturar a dupla. 

    Com eles, a polícia encontrou um revólver calibre 32, da marca Taurus, contendo quatro munições intactas e cinco celulares das vítimas roubadas. 

    Os suspeitos foram conduzidos até o 14° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Na delegacia, Valciney confessou o crime e disse que estavam em posse de uma motocicleta roubada, mas havia abandonado o veículo momentos antes da prisão.

    Algumas das vítimas dos assaltos compareceram à delegacia e relataram que os assaltantes eram agressivos durante ações. Em um dos crimes, conforme testemunhas, eles apontaram a arma para crianças que estavam no estabelecimento e coagiram as vítimas com ameaças de morte.

    Valcynei deve responder por posse ilegal de arma, roubo e receptação, além de corrupção de menores. Após os procedimentos cabíveis no 14° DIP, ele será conduzido à audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, situado no bairro São Francisco, Zona Centro-Sul da capital.

    Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), no artigo 244-B. Corromper ou facilitar a corrupção de menores de 18 anos, com ele praticando infração penal ou induzindo-o a praticá-lo, a pena é de 1 a 4 anos de prisão.

    Já o adolescente será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apurações de Atos Infracionais (Deaai), para os procedimentos legais.