Fonte: OpenWeather

    Violência


    Industriário é executado com tiro no rosto, em Manaus

    Jovem que trabalhava no Distrito Industrial foi jogado de um carro, perseguido e morto sem piedade

    As testemunhas relataram que após as agressões, ele foi jogado para fora do veículo e morto
    As testemunhas relataram que após as agressões, ele foi jogado para fora do veículo e morto | Foto: Divulgação


    Manaus - O industriário Mateus de Almeida Magalhães, de 25 anos, foi morto na noite de sexta-feira (3), por volta das 23h40, em um beco na travessa São Benedito, bairro Coroado 2, Zona Leste de Manaus. A vítima foi atingida com um tiro no rosto.

    Segundo testemunhas que presenciaram o crime, Mateus chegou ao local em um carro de cor prata, ocupado por outras três pessoas. Assim que o carro parou na via, ele começou a ser agredido fisicamente ainda dentro do veículo.

    As testemunhas relataram que após as agressões, ele foi jogado para fora do veículo e tentou correr pelo beco. Um dos criminosos desceu do carro e atirou contra ele. Foram ouvidos, pelo menos, três tiros no local, mas só um acertou o industriário. Ele não resistiu ao ferimento e morreu antes de receber socorro médico. 

    O tio da vítima, um idoso de 65 anos, contou ao Em Tempo que Mateus morava em um cômodo alugado com a esposa e a filha de 1 ano.

    "Meu sobrinho é um homem trabalhador e sempre vinha do trabalho direto para casa. Ele saía da empresa onde trabalha, no Distrito Industrial, e voltava para casa de rota. Não entendemos o porquê ele veio de carro particular", disse.

    O idoso relatou ainda que a família desconhece qualquer inimizade que o jovem pudesse ter e que ele não tem nenhuma passagem pela polícia. A vítima era natural do município de Anamã, no interior do Amazonas. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).