Fonte: OpenWeather

    Estupro


    Caso de jovens estupradas por 10 homens no Réveillon está sem resposta

    O crime teria acontecido em uma festa durante uma festa após o Réveillon em uma casa que funciona como pizzaria, no bairro Puraquequara, na Zona Leste de Manaus

    Família diz não ter recebido nenhum retorno da polícia sobre o caso
    Família diz não ter recebido nenhum retorno da polícia sobre o caso | Foto: Divulgação

    Manaus – O caso das duas adolescentes, de 15 e 16 anos, que denunciaram na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), terem sido estupradas por, pelo menos, dez homens na madrugada do dia 1º de janeiro deste ano, durante uma festa de Réveillon em uma casa onde também funciona uma pizzaria, situada na rua Santa Marta, bairro Puraquequara, Zona Leste de Manaus, continua sem respostas da polícia.

    O Em Tempo entrou em contato com os familiares das vítimas para saber o andamento do caso e foi informado pela mãe da adolescente de 15 anos que, até o momento, a família não teve retorno algum da polícia.

    “Não estamos sabendo de nenhum dos procedimentos adotados. As meninas fizeram os exames no Instituto Médico Legal (IML), mas até o momento não saiu os resultados”, disse.

    Segundo a mulher, a família já acionou uma advogada que está conduzindo o caso. “Já temos uma pessoa cuidando disso e nós só queremos justiça. Creio que Deus irá fazer a justiça”, destacou a mulher.

    Relembre o caso

    O crime foi denunciado na Depca na tarde da última quinta-feira (2). Segundo a adolescente de 16 anos, ela, o namorado dela, de 17, e a amiga, de 15, foram convidados por um dos donos da pizzaria e pelos primos dele para irem curtir a festa. Por volta das 2h, eles foram dopados pelos frequentadores. Na festa haviam, pelo menos, dez homens, sendo que apenas dois eram maiores de idade - incluindo o proprietário do estabelecimento. 

    A adolescente de 16 anos teria sido levada para um quarto pelos homens presentes no local e só teria sido libertada, momentos depois, quando o namorado dela tentou arrombar a porta e os suspeitos destrancaram. O namorado relata ter visto a adolescente seminua em cima da cama e sendo beijada por vários rapazes. Após o fato, ele teria levado a menina embora do local.

    Conforme as vítimas, a adolescente de 15 teria ficado no local e sido resgatada por uma prima depois de a outra adolescente ter ido embora. Porém, a menina não lembra de nada do que aconteceu. O caso continua sendo investigado pela Depca.