Fonte: OpenWeather

    Estelionato


    Homem que se passava por policial para aplicar golpes é preso

    O homem prometeu conseguir emprego para a vítima em um órgão público do Estado

    Além de enganar a vítima, Antônio ainda pediu o carro dele emprestado e desapareceu
    Além de enganar a vítima, Antônio ainda pediu o carro dele emprestado e desapareceu | Foto: Divulgação

    Manaus – Antônio Carlos das Chagas de Albuquerque, de 38 anos, foi preso na manhã desta quinta-feira (9), por volta das 11h, em cumprimento a mandado de prisão preventiva por estelionato e furto qualificado. A prisão aconteceu na rua Arístides da Rocha, bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus.

    Conforme o delegado Aldeney Goes, titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), Antônio estava sendo investigado desde dezembro de 2019 após a vítima, um homem de 27 anos, formalizar denúncia na especializada informando que Antônio Carlos o procurou e se identificou como policial civil. Na ocasião, disse que poderia conseguir um emprego de motorista para a vítima em um órgão público do Estado.

    “Em seguida, o suspeito passou a obter valores do homem, relatando que o dinheiro seria para pagar a documentação de um suposto carro que seria comprado, para que a vítima pudesse ser contratada como motorista no órgão público. Antônio também pediu o carro do homem emprestado e desapareceu. O veículo modelo HB20, da montadora Hyundai, foi localizado posteriormente em uma via pública do bairro Cachoerinha, na mesma zona da cidade”, explicou o delegado.

    Goes informou que Antônio Carlos já respondeu a processo criminal na Justiça em 2016, quando furtou o veículo de outra vítima também se passando por policial civil. O mandado de prisão em nome do indivíduo foi expedido no dia 20 de dezembro de 2019, pela juíza Careen Aguiar Fernandes, da Central de Plantão Criminal.

    Procedimentos

    Antônio Carlos foi indiciado por estelionato e furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da especializada, o homem será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, Zona Sul da cidade.

    *Com informações da assessoria