Fonte: OpenWeather

    Crime organizado


    Casa cai para 'Turma da Xuxa' após roubo em shopping de Manaus

    O grupo criminoso tentou assaltar uma loja dentro de um shopping na Avenida Djalma Batista

    As menores foram recrutadas pela quadrilha e eram as responsáveis por sair das lojas com os produtos roubados | Foto:

    Manaus - Após denúncia de roubo, a polícia prendeu em flagrante uma quadrilha que tentava roubar produtos de uma loja em um shopping center localizado na Avenida Djalma Batista, bairro Chapada, zona Centro-Sul da capital, na noite desta terça-feira (14). Duas mulheres, um homem e duas menores faziam parte do grupo criminoso conhecido como "Turma da Xuxa".

    Segundo a Polícia, as menores foram recrutadas pela quadrilha e eram as responsáveis por sair das lojas com os produtos roubados. Durante a ação criminosa, uma equipe de vigilância de uma das lojas conseguiu identificar a ação e deter as menores. Em seguida, a polícia foi acionada.

    Devido ao fato, uma equipe da 22ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi deslocada até o local e, juntamente com os vigilantes, conseguiu identificar os demais integrantes da quadrilha.

    "No shopping, nós verificamos que haviam duas menores dentro do setor de segurança. Elas estavam com 41 pares de sandálias e, ao conversar com elas, nós descobrimos como agiam e se havia alguém dando apoio. Elas apontaram a participação dos outros integrantes, que aguardavam em um veículo vermelho no estacionamento", explicou um sargento da Polícia Militar que preferiu não se identificar.

    As buscas foram feitas no estacionamento e conseguiram localizar o carro. No interior do veículo, estavam duas mulheres e um homem que estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. 

    Com o grupo criminoso foram apreendidos 41 pares de sandálias, calças jeans, óculos, bijuterias e dinheiro em espécie. A quantia roubada não foi revelada pela polícia. A quadrilha foi presa e conduzida ao 22º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para os procedimentos legais. As menores serão conduzidas à Delegacia Especializada em Apurações de Atos Infracionais (Deaai).

    Veja reportagem feita na delegacia: