Zona Leste


Adolescente é morto no Ouro Verde em possível acerto de contas

A família informou à polícia que a vítima era usuária de drogas e tinha envolvimento com o tráfico de drogas. A vítima foi socorrida pelo pai e levada ao hospital, mas já chegou morto à unidade de saúde

A vítima morreu a caminho do HPS João Lúcio
A vítima morreu a caminho do HPS João Lúcio | Foto: Arquivo EM TEMPO

Manaus - Após ser atingido com um tiro no tórax, o adolescente Luiz Felipe dos Santos Cardoso, de 16 anos, morreu na noite desta sexta-feira (17), no Hospital João Lúcio. A vítima foi baleada entre a rua Uirapuru e beco BF, no bairro Ouro Verde, Zona Leste de Manaus.  

Testemunhas informaram à polícia, que a vítima foi surpreendida por um atirador que estava em uma motocicleta, de características não informadas, junto com um comparsa. 

"O adolescente caminhava na rua quando os criminosos atiraram pelo menos quatro vezes. Apenas um tiro atingiu o tórax da vítima, que caiu no local", informou o tenente Gadelha, da 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). 

Ainda segundo a equipe da 11ª Cicom, ao ser informado sobre o crime, o pai do adolescente compareceu ao local e encontrou o filho agonizando. O homem pediu ajuda a um motorista que passava pela via para socorrer o adolescente, porém o rapaz já chegou morto ao hospital. 

Conforme o depoimento da família à polícia, o crime teria sido motivado por um acerto de contas. "A família contou que o adolescente era usuário de drogas e tinha envolvimento com o tráfico. Ele também já havia sido apreendido inúmeras vezes por vários atos infracionais", contou o tenente Gadelha, da 11ª Cicom. 

O corpo do adolescente foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada em Homicídio e Sequestro (DEHS) investiga a autoria do crime.