Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Após matar homem, dupla troca tiros com PMs e um acaba baleado

    Um dos suspeitos foi baleado e o outro conseguiu fugir

    Paulo Henrique Sena foi alvejado com vários tiros | Foto: Kennedson Paz

    Manaus - Após possível acerto de contas, um homem morreu após ter sido alvejado diversas vezes na avenida Codajás, bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus. O fato ocorreu por volta de 7h30 desta manhã de segunda-feira (27). 

    A vítima foi identificada como Paulo Henrique Sena, de 28 anos. Conforme informações preliminares da polícia, uma dupla em uma motocicleta chegou no local e, ao avistar a vítima, efetuou diversos disparos e em seguida fugiu.

    A dupla estava em uma motocicleta
    A dupla estava em uma motocicleta | Foto: Kennedson Paz

    Na fuga, os criminosos se depararam com uma viatura da cavalaria e houve troca de tiros. O garupa foi alvejado e o piloto conseguiu fugir. Devido ao fato, o homem ferido foi encaminhado para o Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio. 

    Policiais militares da 3ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) fizeram o isolamento da área até a chegada de uma equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Peritos do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) registraram imagens da cena do crime. Segundo eles, a vítima foi atingida por cinco tiros, sendo dois na cabeça.

    Conforme a polícia, Paulo possuía passagens pela polícia por tráfico de drogas. Servidores do Instituto Médico Legal (IML) removeram o corpo e o conduziram até a sede do instituto, situado no bairro Cidade Nova, Zona Norte. Acompanhe o vídeo da remoção do corpo:

    Capa do Vídeo
    | Autor: Kennedson Paz
     

    Um industriário, que preferiu não se identificar, informou que casos como esse estão sendo corriqueiros na região.

    “Aqui está complicado. Não dar para vacilar, nosso bairro está muito perigoso. Mas, muitas dessas vítimas estão envolvidas com o que não presta. A gente fica com medo mesmo assim”, desabafou o homem.

    Confira a reportagem em vídeo: