Dívida


Após cobrar dívida, homem é morto em frente da própria casa

Família suspeita que um colega tenha ficado furioso após Maurício ter cobrado dívida de R$ 2 mil

Crime ocorreu por volta das 14h30, quando um veículo Siena de cor preta, placa JHX 2258, parou em frente à casa do rapaz
Crime ocorreu por volta das 14h30, quando um veículo Siena de cor preta, placa JHX 2258, parou em frente à casa do rapaz | Foto: Reprodução

Manaus - Maurício Marques de Almeida, de 28 anos, foi morto na tarde deste domingo (2), em frente da própria casa, na esquina entre as ruas Penetração 2 e rua do Comércio, bairro Japiim, conjunto Trinta e Um de Março, Zona Sul de Manaus. A família suspeita que motivação tenha sido após um desentendimento que teve com um colega após cobrar dívida de R$ 2 mil.

Segundo testemunhas, o crime ocorreu por volta das 14h30, quando um veículo Siena de cor preta, placa JHX 2258, parou em frente à casa do rapaz. Três homens saíram do carro e efetuaram os disparos. Maurício morreu com seis tiros na cabeça.

"Ele não tem inimizades com ninguém. Não tem envolvimento com droga e com nada semelhante", disse o cunhado da vítima. Maurício era natural de Itacoatiara e trabalhava no Distrito Industrial de Manaus.

Segundo populares, o jovem estava bebendo com a família, em frente à sua casa, uma kitnet no andar superior do prédio de dois andares.

A polícia pesquisou a placa do veículo e identificou que se trata de uma placa fria. Os disparos provavelmente foram efetuados de uma pistola calibre ponto 45.

Suspeita

Como Maurício não tinha inimigos, a família suspeita que o crime tenha sido motivado por um desentendimento que ele teve recentemente.

Maurício emprestou a quantia de R$ 2 mil para uma pessoa e teria cobrado a devolução. Segundo testemunhas, essa pessoa não gostou da situação e poderia ter mandado executar o jovem.