Polícia


Homem é preso por matar padrasto no Juruá

Polícia Civil prende homem denunciado por matar o próprio padrasto, em Juruá

Conduzido ao prédio da 70ª DIP, Djavan foi autuado em flagrante por homicídio.
Conduzido ao prédio da 70ª DIP, Djavan foi autuado em flagrante por homicídio. | Foto: Divulgação

Manaus - Na noite do último domingo (03/02), por volta das 20h50, a equipe de investigação da 70ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Juruá, com o apoio de policiais militares e de guardas municipais, prenderam em flagrante um jovem identificado como Djavan de Araújo Peres, de 24 anos, pelo homicídio do próprio padrasto, identificado como Maycon Medeiros de Souza, que tinha 21 anos.

O crime ocorreu momentos antes da prisão, por volta das 18h30, em frente à residência onde moravam, situada no bairro Tancredo Neves, em Juruá. 

De acordo com o gestor da unidade policial, investigador de polícia Daniel Jerônimo, o infrator foi preso no bairro São Francisco, naquele município (distante 674 quilômetros em linha reta da capital).

Na ocasião do crime, os dois consumiam bebidas alcoólicas, quando iniciaram uma confusão generalizada, ocasião em que Maycon desferiu um tapa na companheira dele, mãe de Djavan.

Revoltado devido ao fato da mãe ter tomado o tapa, o jovem de 24 anos desferiu cerca de 18 golpes de faca nas costas do padrasto, que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.  “Após sermos comunicados do ocorrido, iniciamos os procedimentos de oitivas, a fim de esclarecer as circunstâncias do fato. Djavan, depois de cometer o crime, fugiu do local. Entretanto, conseguimos prendê-lo escondido na residência do próprio sogro”, explicou o titular da unidade policial. 

Procedimentos – Conduzido ao prédio da 70ª DIP, Djavan foi autuado em flagrante por homicídio. Após o término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele permanece custodiado na carceragem da DIP, onde ficará à disposição da Justiça.