Tentativa de Roubo


‘Se reagir, mata’, ordena traficante sobre roubo de moto em Manaus

O traficante ordenou que os criminosos matassem a vítima caso ela reagisse ao assalto

os suspeitos iriam efetuar o roubo em um posto de gasolina nas proximidades de um shopping
os suspeitos iriam efetuar o roubo em um posto de gasolina nas proximidades de um shopping | Foto: Divulgação

Manaus - Operação da Polícia Civil prendeu, na noite da última segunda-feira (3), uma dupla armada que estava prestes a roubar uma motocicleta, na Zona Centro-Sul de Manaus. A ordem era matar, caso a vítima reagisse ao assalto.

O delegado Cícero Túlio, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERF), informou durante entrevista que a ordem foi dada por um traficante vinculado a uma facção criminosa, que atua na capital.

“Tínhamos conhecimento que uma pessoa vinculada ao tráfico de drogas, na região do Coroado, havia encomendado uma motocicleta e esse roubo ficaria a cargo desses dois suspeitos que foram presos”, explicou a autoridade.

A equipe da especializada obteve informações que os suspeitos iriam efetuar o roubo em um posto de gasolina nas proximidades de um shopping, na Zona Centro-Sul. Com isso, os policiais realizaram uma campanha para aguardar a ação.

Material apreendido com os suspeitos
Material apreendido com os suspeitos | Foto: Divulgação

Outra informação que a polícia tinha era sobre o veículo utilizado nos crimes, o carro era de modelo Celta, de cor preta e placa NOT-6776. Assim que os criminosos chegaram ao local foram presos.

Com os suspeitos, os policiais encontraram dois revólveres calibre 38, contendo oito munições intactas e um simulacro do tipo pistola. Além das armas, foi localizado uma porção de maconha que caracteriza o tráfico de drogas, conforme o delegado.

Um dos suspeitos, identificado apenas como “Carlosman”, já havia sido preso outras duas vezes, também por crime de posse ilegal de armas. 

Em novembro do ano passado, Carlos e os comparsas foram presos com cinco armas no bairro Tarumã, Zona Oeste. Conforme investigações, o armamento seria utilizado para controle do tráfico de drogas na região.

Delegado Cícero Túlio, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos
Delegado Cícero Túlio, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos | Foto: Kennedson Paz

No entanto, mesmo com o histórico negativo, Carlos ficou preso apenas por três meses e ganhou liberdade.

Ainda conforme o delegado, as investigações dão conta que o veículo roubado seria utilizado para a distribuir drogas ou para execuções.

Os presos foram indiciados por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas. 

Após os procedimentos legais na delegacia, os homens serão conduzidos para audiência de custódia, no Fórum Ministério Henoch Reis, situado na Zona Sul.