Fonte: OpenWeather

    Zona Leste


    'Gago' do tráfico de drogas é preso por morte de indígena em Manaus

    A vítima foi agredida fisicamente por traficantes na Zona Norte de Manaus e acabou morrendo no hospital

    O indígena Humberto Peixoto Lemos foi agredido fisicamente por vários homens | Foto: Divulgação

    Manaus - Alex Junio Melo Pereira, de 27 anos, o "Gago", foi preso na manhã desta quarta-feira (5), por volta das 10h30, no bairro Cidade De Deus, Zona Norte de Manaus, em cumprimento a mandado de prisão temporária por homicídio. O suspeito, segundo a polícia, está envolvido na morte do indígena Humberto Peixoto Lemos, da etnia Tuyuca. A vítima, que tinha 40 anos, foi agredida fisicamente por vários homens no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. 

    Segundo o delegado Antônio Rondon, titular do 11° Distrito Integrado de Polícia (DIP), o crime aconteceu no dia 2 de dezembro de 2019, quando "Gago"  e os comparsas, que são traficantes na área, abordaram o indígena para tirar satisfações sobre o som alto durante a festa.

    A maconha foi encontrada na casa do preso
    A maconha foi encontrada na casa do preso | Foto: Divulgação

    "A vítima não aceitou as condições impostas pelos traficantes e devido a isso começou a ser agredida fisicamente com pedaços de madeira. Logo em seguida, Humberto foi jogado em um córrego e posteriormente socorrido e conduzido ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, onde morreu cinco dias após o crime", explicou o delegado. 

    O titular do 11° DIP informou que, durante as agressões, os criminosos subtraíram o aparelho celular da vítima e a quantia de R$ 589. 

    Titular do 11° Distrito Integrado de Polícia, delegado Antônio Rondon (DIP)
    Titular do 11° Distrito Integrado de Polícia, delegado Antônio Rondon (DIP) | Foto: Suyanne Lima

    Alex foi preso na casa, onde morava, situada na comunidade Alfredo Nascimento, no bairro Cidade de Deus. Durante a ação, os policias civis apreenderam ainda uma muda de maconha. Ele foi indiciado por homicídio e será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, Zona Sul de Manaus.