Fonte: OpenWeather

    Crueldade


    Polícia descobre que bebê agredido até a morte foi estuprado no AM

    A menina de três meses chegou morta no hospital de Autazes. Ela apresentava sinais de agressões físicas. Nos exames periciais foi detectado que a vítima teve o hímen rompido

    Autazes - Um bebê de três meses de idade, do sexo feminino, morreu na madrugada desta quinta-feira (6), por volta das 4h, em Autazes (município distante 113 quilômetros em linha reta de Manaus). A vítima já chegou morta no hospital da cidade e estava com sinais de agressão física. Após exames periciais, a polícia descobriu que a menina teve o hímen rompido.

    Segundo o delegado David Jordão, que está respondendo pela 39ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Autazes, a bebê chegou no hospital com o nariz sangrando. Os médicos constataram sinais de agressão física e fizeram um exame de conjunção carnal que detectou que o hímen da bebê tinha sido rompido há aproximadamente um mês. O laudo da morte ainda atestou traumatismo crânio encefálico (TCE).

    Os pais da bebê, um homem de 37 anos e uma mulher de 31 anos, foram conduzidos ao prédio da delegacia. Eles foram autuados em flagrante por homicídio duplamente qualificado.

    A polícia destacou que um Inquérito Policial (IP) foi instaurado para apurar o abuso sexual. Os policiais civis estão em busca de outros possíveis vestígios que tenham ocasionado os crimes.