Execução


Integrantes do CV executam rival e soltam fogos após crime no Coroado

Após o crime, os suspeitos picharam um muro com sigla "CV", caracterizando conflitos entre organizações criminosas

O carro de "Baixinho" ficou crivado de balas
O carro de "Baixinho" ficou crivado de balas | Foto: Divulgação

Manaus – Diego Lopes Linhares, de 34 anos, o “Baixinho”, foi executado a tiros na tarde desta segunda-feira (10), por volta das 13h, rua Castro Alves, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus.  Após o crime, houve uma queima de fogos nas proximidades, caracterizando uma possível comemoração pela morte. 

Segundo a polícia, “Baixinho” estava em um veículo modelo Chevrolet Vectra, de cor vermelha, quando foi surpreendido por uma dupla em uma motocicleta que efetuou vários disparos contra ele.

 Testemunhas relataram que, após o crime, a dupla ainda pichou um muro nas proximidades com a sigla do Comando Vermelho (CV). O ato pode caracterizar que a execução tenha sido ordenada por traficantes da facção criminosa.

Os suspeitos picharam um muro com as siglas CV
Os suspeitos picharam um muro com as siglas CV | Foto: Divulgação

Os suspeitos fugiram sem serem identificados. Logo depois do crime, aconteceu uma queima de fogos na localidade. Para a polícia, a principal suspeita é que a execução seja o resultado de uma briga de facções já que Diego tinha passagem por tráfico de drogas e, conforme familiares, não havia deixado o mundo do crime.

“Baixinho” ainda chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e morreu no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Veja vídeo do momento em que a vítima ainda agonizava no veículo: 

Moradores filmaram o momento em que "Baixinho" agonizava após ser baleado | Autor: Divulgação