Fonte: OpenWeather

    Morte no presídio


    Preso morto em presídio no AM não é irmão de ‘Zé Roberto’, afirma Seap

    A notícia que o morto seria irmão de “Zé Roberto da Compensa, começou a circular em grupos de WhatsApp após os ataques do Comando Vermelho contra integrantes da FDN

    O presídio fica localizado na BR-174 | Foto: Arquivo em tempo

    Manaus - Diferente do que está circulando nas redes sociais, o interno que foi morto dentro do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, na noite dessa segunda-feira (10), não é irmão do narcotraficante José Roberto Fernandes Barbosa, o “Zé Roberto da Compensa”. O presídio fica localizado no km 8 da BR-174.

    Conforme a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o interno Fabrício Silva dos Santos Neto, de 31 anos, foi morto dentro da cela após uma briga com outros três detentos. Os autores do assassinato foram encaminhados para a delegacia prestar depoimento.

    “Ao contrário do que está sendo divulgado em grupos de WhatsApp, não se trata do irmão do traficante Zé Roberto”, afirma a Seap. 

    A notícia que se tratava do irmão de Zé Roberto surgiu após os ataques do Comando Vermelho contra integrantes da Família do Norte. A guerra nas ruas de Manaus pode refletir dentro das unidades prisionais da capital amazonense.

    Charles dos Santos Rodrigues, conhecido como “Bebê da FDN”, é irmão de criação de Zé Roberto. Ele foi preso em julho de 2019, na cidade de Santa Catarina, durante a operação “Guará”. 

    Na semana passada, a justiça concedeu liberdade provisória a Charles devido a sérios problemas de saúde. Ele passaria a ser monitorado por tornozeleira eletrônica. Entretanto, a Seap afirmou que ele ainda está  na unidade prisional e não informou a data de saída do interno.

    Fogos

    Traficantes de vários bairros comemoraram a tomada do Comando Vermelho frente à Família do Norte (FDN), tida como a maior facção criminosa do Estado até então. Fogos de artifício e tiros davam um "salve" à conquista.

    A queima de fogos iniciou ainda durante a tarde de hoje e amedronta a população. Diversos vídeos, de vários pontos da capital amazonense, estão sendo compartilhados em grupos no WhatsApp e nas redes sociais. O objetivo é claro: causar pânico e mostrar o poder da organização originária dos morros do Rio de Janeiro.

    Gabinete de crise 

    O Governo do Amazonas instalou, na noite desta segunda-feira (10), Gabinete de Crise da Segurança Pública. A medida colocou todo o sistema de segurança em alerta, nas cadeias e nas ruas da cidade. Objetivo do Estado é se antecipar a qualquer tipo de distúrbio provocado por criminosos.