Homicídio


Após invasão do CV, 'Foguinho' é executado com 6 tiros na Compensa

Conforme testemunhas, o assassino se aproximou da vítima como quem não quer nada e, na primeira oportunidade, sacou uma arma e efetuou diversos disparos

O crime foi na rua das Flores | Foto: Divulgação

Manaus – Aldeir Ribeiro da Silva, de 27 anos, conhecido “foguinho”, foi executado com seis tiros durante a noite de sexta-feira (21), na rua das Flores, bairro Compensa, Zona Oeste da capital. A polícia trabalha na hipótese de acerto de contas.

Na ocasião, moradores da região, que ouviram os sons dos tiros, ficaram muito assustados e rapidamente acionaram a polícia, por meio do disque-denúncia 181. Ao tomarem conhecimento do fato, uma equipe da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi até o local para confirmar a denúncia e isolar a área para as equipes de investigação criminal da Polícia Civil (PC).

Conforme informações de policiais, algumas das testemunhas que presenciaram a execução disseram que o pistoleiro chegou a pé e não demonstrava qualquer suspeita. No entanto, ao se aproximar do Foguinho, efetuou diversos disparos à queima-roupa.

Devido a rapidez da ação, a vítima não teve reação para tentar fugir do suspeito. O atirador, após o fato, fugiu sem ser identificado.

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e peritos do Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) deram início ao processo de investigação. A polícia trabalha na possibilidade de o crime ter sido motivado por relações com o tráfico de drogas, no entanto as investigações seguem em torno do caso.

O corpo foi removido por agentes do Instituto Médico Legal (IML), que o conduziram à sede do instituto, no bairro Cidade Nova, Zona Norte, para a realização dos procedimentos legais. No entanto, até o início desta manhã de sábado, os familiares da vítima não compareceram na unidade para dar andamento à liberação para velório e enterro.

Outro Caso

Durante a tarde de sexta-feira (21), um casal, que não teve os nomes divulgados, foi preso pelas Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), no beco Areal, bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. Conforme investigações, eles são membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV).

Com os suspeitos foram apreendidos diversos armamentos, entre eles três pistolas: uma ponto 40 e outra 9 milímetros e calibre 380. O armamento seria utilizado para dar apoio em “missões” da facção.