Fonte: OpenWeather

    denúncia


    Funcionária denuncia insegurança em UBS palco de assaltos, em Manaus

    Roubos e furtos são frequentes na Unidade Básica de Saúde, conforme relatos da funcionária

    | Foto: Divulgação

    Manaus - Imagine você saindo de um dia cansativo de trabalho, indo pegar o carro para ir embora e, no encontro, descobrir que o veículo foi alvo de vandalismo? E pior, levaram documentos e dinheiro. Foi isso que aconteceu com uma servidora pública que trabalha em uma Unidade Básica de Saúde (UBS). O lugar se tornou palco da criminalidade, e o medo é o sentimento diário que acompanha as pessoas neste local. A UBS Deodato de Miranda Leão fica localizada na avenida Presidente Dutra, s/n, bairro Glória, Zona Oeste de Manaus.

    Conforme denunciantes, os assaltos e furtos são frequentes na região, e quem sofre com isso são os usuários da unidade e funcionários. É o caso de uma servidora de saúde que teve o vidro do carro quebrado e a bolsa levada por criminosos.

    Quem conversou com o Em Tempo e falou sobre o caso foi a filha da servidora, que por medo da represália preferiu não se identificar.

    “Não é a primeira vez que isso acontece com a minha mãe. Ela já foi assaltada algumas vezes enquanto trabalha. Todos os crimes aconteceram com o carro estacionado em dependências públicas, onde nós esperávamos que houvesse mais segurança. Além do prejuízo com o carro, levaram todo os documentos dela, incluindo cartões bancários e dinheiro”, disse a jovem.

    Essa foi a situação pela qual a servidora encontrou o carro
    Essa foi a situação pela qual a servidora encontrou o carro | Foto: Divulgação

    A vítima, que já foi assaltada inúmeras vezes, afirma que nunca ninguém presencia o crime: “Curiosamente ninguém vê”.

    A servidora, que nem consegue somar o tamanho do prejuízo do veículo modelo Onix, também foi lesada em relação à documentação pessoal. Levaram a Carteira Nacional de Habilitação e o Registro Geral que a mulher havia tirado a segunda via a pouco tempo.

    A reportagem procurou, na última sexta (28), a Secretaria Municipal de Saúde, sobre um posicionamento a respeito da segurança na unidade. Assim que houver respostas, a matéria será atualizada.