Fonte: OpenWeather

    Caso Tchelsy


    Givancir se apresenta à polícia e presta depoimento no AM

    Givancir entrou pelos fundos da delegacia e está prestando depoimento ao delegado Geraldo Eloi

     Givancir entrou pelos fundos da delegacia
    Givancir entrou pelos fundos da delegacia | Foto: Reprodução

    Manaus - O presidente do Sindicato dos Rodoviários Givancir de Oliveira se apresentou na tarde desta segunda-feira (2), na sede da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba (município distante 27 quilômetros em linha reta de Manaus), para prestar esclarecimentos sobre a morte de Bruno de Freitas Guimarães e da tentativa de homicídio da prima dele identificada como “Tchelsy”, ocorrido na tarde do último sábado (29) naquele município.

    Segundo informações, Givancir entrou pelos fundos da delegacia e está prestando depoimento ao delegado Geraldo Eloi, titular da 31ª DIP. Ainda não há informações se o pedido de prisão temporária pedido à Justiça foi deferido e se Givancir será preso.

    Os familiares das vítimas permanecem em frente ao prédio da unidade policial e reforços foram solicitados para dar apoio ao lugar para que não haja invasão. 

     Givancir é apontado pela família das vítimas como autor do crime. Ele teria atraído “Tchelsy” para ir até a casa dele receber um valor em dinheiro referente a serviços prestados e após ele e o primo Bruno saírem do local teriam sido abordados por Givancir e funcionários que efetuaram os tiros.

    O Em Tempo tentou contato com o delegado Geraldo Eloi, titular da 31ª DIP, mas não conseguiu contato. 

    Em nota, o delegado Bruno Fraga, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI) da PC-AM destacou que um Inquérito Policial (IP) foi instaurado na 31ª DIP de Iranduba para apurar as circunstâncias do fato e elucidar a autoria dos crimes. Todas linhas de investigação estão sendo analisadas.