Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Familiares de assaltante morto choram enquanto vítimas vão a hospital

    Os parentes não contiveram as lágrimas e aos gritos questionavam o porquê dele ter sido morto pela população

    O suspeito foi morto a tiros
    O suspeito foi morto a tiros | Foto: Suyanne Lima


    Manaus - Familiares de Jhonatan de Oliveira, de 22 anos, morto com dois tiros na noite desta terça-feira (17), por volta das 20h, estiveram na rua 28 de agosto no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus, e em prantos acompanharam a remoção do corpo do rapaz. Os parentes não contiveram as lágrimas e aos gritos questionavam o porquê dele ter sido morto pela população. 

    O delegado Guilherme Antoniazzi, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), explicou que os dois tiros atingiram a região da cintura e do peito de Jhonatan e que as informações recolhidas no local dão conta de que ele estava cometendo assaltos na área com outros dois comparsas, quando foi capturado por populares que acabaram linchando o rapaz.

    Os parentes do homem morto lamentaram o crime
    Os parentes do homem morto lamentaram o crime | Foto: Suyanne Lima


    O delegado destacou que, durante a ação, duas mulheres - vítimas da tentativa de assalto - foram baleadas. O Em Tempo foi até o Hospital e Pronto-Socorro Platão de Araújo, na Zona Leste de Manaus, e constatou que as vítimas deram entrada na unidade hospitalar. Uma delas levou um tiro de raspão na perna e a outra ficou uma bala transfixada na mesma região.

    O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).