Homicídio


Bêbado, homem xinga filha de amigo e acaba morto a facada

A vítima recebeu uma facada nas proximidades do coração e morreu no local. A equipe do 11º BPM foi acionada, mas o suspeito havia fugido da cena do crime.

A faca usada no assassinato foi apreendida pelos policiais e levada para delegacia
A faca usada no assassinato foi apreendida pelos policiais e levada para delegacia | Foto: Divulgação

Parintins - Gilson Mota Prestes morreu, no final da tarde desta quinta-feira (19), após ser atingido por uma facada no peito. O golpe foi desferido pelo próprio amigo dele, identificado pela polícia como Rener Guerrero Massarango, 32 anos de idade, que está foragido.

O caso aconteceu em um conjunto habitacional de Parintins (município distante 372 quilômetros de Manaus).

De acordo com o sargento Adean, do 11º Batalhão da Polícia Militar (BPM), a vítima e o suspeito são amigos e estavam consumindo bebida alcoólica na casa de Rener. Eles passaram a tarde juntos, quando, por volta das 17h30, ocorreu um desentendimento entre eles.

"Os dois trabalham em um restaurante da cidade. Saíram do serviço e foram beber na casa do suspeito. Houve uma confusão no local porque Gilson, que já estava sob efeito de álcool, havia xingado a filha adolescente de Rener. Ocorreu uma briga no imóvel, o acusado se armou com uma faca e atacou o amigo", informou o sargento. 

A vítima recebeu uma facada nas proximidades do coração e morreu no local. A equipe do 11º BPM foi acionada, mas o suspeito havia fugido da cena do crime.

A faca usada no assassinato foi apreendida pelos policiais e levada para o Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Parintins, que investiga o caso.

Até o fechamento desta edição, o suspeito ainda estava foragido.