Drogas


Operação apreende 800 quilos de maconha estimados em R$ 1 milhão

As equipes de investigação seguiram o rastro dos traficantes por mais de 20 quilômetros, em um município do Amazonas, até chegar à mercadoria ilícita e a prisão de três suspeitos

| Foto: Divulgação

Maraã - Após ‘Operação Hórus’, realizada em conjunto entre Forças Especiais da Polícia e Exército Brasileiro, contra o tráfico de drogas, foram aprendidos 800 quilos de maconha, do tipo skunk, no município de Maraã (distante 633 quilômetros da capital Manaus). Conforme a polícia, o prejuízo ao tráfico de drogas tem um valor estimado de mais de R$ 1 milhão.

Os dados parciais do trabalho foram apresentados na manhã de terça-feira (31) na Delegacia-Geral da Polícia Civil, na zona centro-oeste da capital.

As investigações sobre a ação criminosa dos traficantes, ocorrem por 30 dias, nesse período, os policiais descobriram que a droga seria transportada da cidade colombianda de La Pedrera e o destino final seria a cidade Manaus.

Segundo informações do delegado Paulo Mavignier, titular do Departamento de Investigações sobre Narcóticos, da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), a droga era transportada pelos rios e estava sendo escondida em uma área de mata fechada.

Droga estava escondida na mata
Droga estava escondida na mata | Foto: Divulgação

“Trata-se de uma operação integrada. Deslocamos equipes para Maraã, que fizeram trilhas pela mata, próximo ao rio Urubaxi, e interceptaram o bando. Houve a abordagem, conseguimos prender três pessoas, que terão os nomes mantidos em sigilo, pois a operação prossegue no local com envio de reforços. Nosso objetivo é localizar o restante da droga”, explicou a autoridade.

Sobre a operação, o delegado Juan Valério, coordenador do Grupo Fera, ressaltou que os policiais seguiram o rastro dos traficantes por mais de 20 quilômetros.

“Pernoitamos por três dias, caminhando por mais de 20 quilômetros no rastro dos traficantes. Localizamos os indivíduos, que agora usam essa dinâmica para fugir dos piratas dos rios. Eles desembarcam a mercadoria ilícita em uma área de mata, transpondo um perímetro grande e entrando em outra área para tentar despistar os piratas. O nosso trabalho foi exitoso, tiramos essa grande quantidade de drogas das ruas e ninguém ficou ferido”, explicou Juan.

Material foi apreendida em ação conjunta
Material foi apreendida em ação conjunta | Foto: Kennedson Paz/Em Tempo

Os traficantes, que foram presos, eram de naturalidade brasileira e, além da droga, foram encontradas duas espingardas de calibre 12 mm. O restante dos integrantes da quadrilha conseguiu fugir pela mata fechada.

A operação foi coordenada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) e integrou equipes do Grupo Fera, da Polícia Civil, do Comando de Operações Especiais da Polícia Militar (COE-PMAM), Exército Brasileiro, Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio do programa Vigia, e da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).