Fonte: OpenWeather

    Latrocínio


    Adolescente mata idoso a terçadadas após roubar saco de farinha

    Idoso de 74 foi morto em casa após ter produzido a própria farinha

    A vítima estava em casa quando o criminoso o abordou e cometeu o latrocínio
    A vítima estava em casa quando o criminoso o abordou e cometeu o latrocínio | Foto: Reprodução

    Itacoatiara - Um adolescente de 17 anos foi apreendido na manhã desta quarta-feira (22), após cometer um latrocínio que teve como vítima o idoso Adriano Alves Crame, que tinha 74 anos. O crime aconteceu na tarde de segunda-feira (20), por volta das 17h, na comunidade Boa Vista 2, na Zona Rural de Itacoatiara (município distante 176 quilômetros em linha reta de Manaus), quando o idoso foi morto com golpes de terçado por causa de um saco de farinha.

    Conforme a equipe da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara, no dia do crime, a vítima passou o dia produzindo farinha acompanhada de outras pessoas. Até o final do expediente, foram produzidos dois sacos, sendo um pertencente ao idoso e o outro aos companheiros de trabalho. 

    A vítima foi embora com o produto para a residência em que morava sozinho. Em determinado momento, o idoso foi surpreendido pelo adolescente que invadiu o local com intuito de roubar o saco de farinha. 

    A polícia informou que o  idoso foi golpeado com várias terçadadas e acabou morrendo no local.  O adolescente fugiu com a farinha e ao tomarem conhecimento do caso, moradores da área passaram a fazer buscas pelo suspeito que foi localizado  na comunidade Costa do Mandii, na Zona Rural. 

    Policiais civis foram acionados e realizaram a detenção do menor de idade que foi autuado em flagrante pelo ato infracional análogo ao crime de latrocínio. O adolescente irá permanecer à disposição da Justiça no DIP de Itacoatiara. O delegado Paulo Barros destacou que o adolescente confessou ser o autor da morte do idoso.

    "Tivemos um caso em que uma jovem morreu por conta de um aparelho celular. Desta vez, foi por conta de um saco de farinha. Vejam quanto a vida vale para algumas pessoas", declarou o delegado.