Fonte: OpenWeather

    Revolta


    Pai reconhece estuprador da filha e espanca suspeito em Manaus

    O homem reconheceu o suspeito em frente a uma loja de autopeças, na avenida Autaz Mirim. Ele não conteve revolta e o agrediu

    Suspeito conduzido por policiais no 6º DIP
    Suspeito conduzido por policiais no 6º DIP | Foto: Daniel Landazuri

    Manaus - "Eu só queria fazer justiça com as próprias mãos'. Essa foi a forma que o pai de uma criança vítima de estupro tentou penalizar o suspeito de cometer o crime, na tarde desta segunda-feira (27), na avenida Autaz Mirim, na Zona Leste de Manaus. Nenhum dos envolvidos no caso teve a identidade divulgada.

    Testemunhas informaram ao portal EM TEMPO, que o  homem reconheceu o estuprador e não conteve a revolta. As agressões aconteceram em frente a uma loja de autopeças. 

    "O homem só falava que estava batendo no suspeito porque ele abusou de uma filha dele. Muitos funcionários estavam no intervalo do almoço. Os poucos que estavam na loja não quiseram se envolver na briga.  Até mesmo pela justificativa usada pelo pai que teve a filha estuprada", contou uma vendedora, que pediu para não ter o nome divulgado. 

    Uma equipe da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada para atender a ocorrência e controlou a confusão no local. O homem relatou aos policiais que o crime de estupro aconteceu há cerca de dois anos. O suspeito teria abusado da menina, que na época tinha 10 anos. 

    Ferido, o suspeito foi levado pelos policiais para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, onde ele recebeu atendimento médico. O agressor foi orientado pela equipe da 27ª Cicom a comparecer no 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para concluir o registro de ocorrência, mas o homem não apareceu na unidade policial.

    A equipe do portal EM TEMPO registou o momento que os policiais chegaram com o suspeito na delegacia. Entretanto, sem a presença do denunciante ou testemunha, ele foi liberado pela equipe policial.